De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

sábado, março 15, 2014

Dia 26 a 31 de viagem - de Sidi-Ifni a Quarzazate/Agdz - 9 a 14mar14

Com a aproximação a zonas de deserto, é complicado adicionar fotografias - atualizaremos logo que possível.
Dia  26 -  9mar14 – domingo
SIDI-IFNI – GUELMIM – BOUIZAKARNE – Tiloulay – AMTOUDI
Resultado dos grandes ventos, nuvens escuras e calor sêco… durante a noite choveu.
Não preguei ‘olho’ a noite toda com dores de cabeça, diarreia, temperatura alta… mas... não dei importância ao facto…
Pela manhã, tudo como dantes… prosseguimos em direcção a Guelmim onde estacionamos para almoço no largo da mesquita.
A paisagem já conhecida, onde predominam os cactos...

A 'porta' de Guelmim
Após o almoço rolamos por boa estrada em direcção a Bouizakarne percorrendo todo o alcatrão sob um manto de fortes poeiras… daquelas que mais parecem nevoeiro.
Pensamos ficar em Bouizakarne onde ninguém estava no camping, pelo que prosseguimos em direcção à pequena aldeia de AMTOUDI, onde chegamos já no final do dia.
Uma viagem incómoda por razões de saúde. Já não aguentava a posição da cadeira… pelo que ao chegar decidi ligar ‘à minha conselheira de saúde’…
A mini-farmácia que levo sempre comigo, tinha quase tudo… resultado 3 comprimidos…

Acontece que amanhã iremos fazer uma caminhada de grau de dificuldade elevado, coisa a que não me furte… veremos…
Percorridos: 2.618 Km (Dia 198 Km).
Dia 27 - 10mar14 – 2ª. feira
AMTOUDI Id Aïssa
A noite foi bem passada, talvez pelo cansaço e pelo efeito dos medicamentos, dormi das 9h da noite! Até às 5 da manhã…
o Camping de Amtoudi
AMTOUDI é mais que uma simples aldeia Marroquina (Amizighe).
É um local de paz, ar puro vindo dum palmeiral verdejante onde se cultivam pequenos jardins de palmeiras, amendoeiras, oliveiras e ameixoeiras regados todo o ano pelos inúmeros canais que saem das ´gargantas' e desfiladeiros vizinhos ( 1 hora e meia a pé)…
O início da caminhada que contou com um casal inglês, 3 portugas e os demais... franceses...
Todo esse vale ao qual eu chamaria ‘oásis’, dá-nos uma ideia do modo de vida ancestral dos seus habitantes, que considero simpáticos e hospitaleiros.
Às 9,30h, mesmo cansado decidi acompanhar os 15 autocaravanistas franceses e um casal inglês… (e nós, claro).
Estava cansado, mas a ideia de conhecer… levou-me ao ‘sacrifício’…

a  árvore de 'Argan' mais majestosa que alguma vez vi



Impressionante constatar que logo a seguir ao camping, numa zona de grande aridez, nos vão surgindo bastantes canteiros sobretudo de cereais ainda verdejantes.
Fomos avançando sob inúmeros mantos de vegetação que nos iam dando alento e no meio daquela tranquilidade e silêncio, apenas se ouvia de tempos a tempos o chilreio de um pássaro.












Acontece que o percurso se desviaria das zonas irrigadas e iniciaríamos uma subida acentuada por trilhos pedregosos até ao alto do ‘castelo’ de nome ‘’Grenier d’Aguilouy’’ do séc. XII.
A meio da subida, ao subir um degrau alto… o meu joelho direito não gostou e fez-me a vida negra no resto da tarde… coisas da idade?






















Chegados ao ‘grenier’, já nos aguardava o ‘guardian’ que arrecadou com os visitantes cerca de € 30,00 (€ 1,50/pessoa).
Lá do alto a paisagem seria soberba, sobre o Vale.
no Oásis, o 'piquenique' de família Marroquina
Efetuada a visita aos seus vários pisos, prosseguimos, descendo do outro lado para visitarmos as ‘gorges’ e ‘cascade’… onde na 'garganta' dos desfiladeiros se iam ouvindo os Méees... das cabras que ecoavam no vale e se escondiam por detrás do penedio como que a jogar às escondidas connosco...
Chegamos ao nosso bairro pelas 2 da tarde…
Nunca tal me aconteceu… fiquei sem forças para confeccionar o almoço e estendi-me ao comprido até às 4 da tarde.
já no regresso ao passar no 'oásis', avistamos lá bem no alto o ponto que visitamos
Após o almoço, ainda arranjei forças para visitar a pequena aldeia.
Ao jantar, a vontade foi nenhuma... fiz um chá (caso raro) e deitei-me...
Dia 28 - 11mar14 - 3ª. feira
AMTOUDI Id Aïssa - TAFRAOUTE
A meio da manhã prosseguimos por estradas estreitas mas aceitáveis.
A meio do caminho, numa encruzilhada entraram 8 autocaravanas Alemães que acabaríamos por seguir grande parte do percurso.
Em Tiffermit, surge nova encruzilhada, já os Alemães haviam ficado para trás... é aí que temos de decidir entre os dois percursos.
Fotos após o regresso
Optamos mal pelo mais curto (cerca de 20 km menos)... a estrada estava em reconstrução e apenas termos passado meia dúzia de Kms nos lembramos que toda a gente nos havia alertado para não fazer este percurso...
Lembramo-nos tarde demais... no meu caso, como ia na dianteira, levantava um redemoinho enorme de poeira e acabamos por constatar que percorremos cerca de 20 a 30 km de estrada de grevilha solta e terra... valeu-nos o percurso ter pouco trânsito...
À chegada a Tafraoute, os 3 campings estavam completos e na zona de palmeiras estavam uma centena de outros autocaravanistas, onde acabaríamos por ficar.
Mesmo se a minha perna não está muito católica... com uma 'liga' facultada pela Emília, haveríamos de visitar a aldeia e a sua agitada feira.
Percorridos: 2.758 Km ( Dia 140 Km )
Dia 29 - 12mar14 - 4ª. feira
TAFRAOUTE
As cabras adoram comer os frutos das árvores de 'Argan'...
A região de Tafraoute é célebre pelas inúmeras formações de granito rosa com formas bizarras e com cores intensas que mudam conforme as condições de luz.
uma autêntica paisagem lunar?
O vale é dominado por várias montanhas, com cerca de 2 000 m pelo Jbel El Kest (ou Lekst), um maciço de quartzito que se ergue a mais de 2 300 m a norte de Tafraout, o qual ganhou alguma popularidade entre os praticantes de escalada a partir de meados da década de 2000.
A sua população, rondará os 5.000 habitantes.
As vestes femininas são essêncialmente negras, cara descoberta e 'debrum' de cores várias.
Sendo conhecida mundialmente pelas suas 'babuches' coloridas, nunca resisto a comprar pelo menos um par para oferecer... desta vez... vão para a minha neta Inês...
e desta? gostará?
Dia 30 - 13mar14 - 5ª. feira
TAFRAOUTE - Titeky - IGHERM - TALIOUINE
A cordilheira espera-nos logo à saída de Tafraoute
Antes de sairmos, ainda visitei 'uma cooperativa' onde comprei 'óleo de argan cósmétique'... 
Ao sair de Tafraoute, avistam-se logo inúmeras montanhas, para onde nos teremos de dirigir.
Cada uma delas com as suas características, sobretudo tonalidades diferentes... passamos numa zona de curvas onde as rochas eram roxas... mesmo se cá não se comemora a 'semana santa'...
Até ao desvio para Agadir, rolamos com cautelas pois a estrada não é muito larga e o trânsito é maior.
Mais para a frente, encontramos boa estrada, entrecortada por troços deploráveis... valendo o quase nenhum movimento de outras viaturas, as poucas com quem cruzamos eram autocaravanas europeias...
A viagem voltou a decorrer por zonas com altitudes entre os 1.200 a 1.900 mts, surgindo muitas vezes enormes retas em zonas de planalto.
Paragem em Igherme para almoço.
Haveríamos de prosseguir por paisagens idênticas mas por razoáveis estradas até Taliouine, onde ficaríamos no camping a uns 4 kms mais adiante.
Estamos na região do 'açafrão', e como tal indagamos o seu custo... quase caía para o lado pois não fazia a mínima ideia do mesmo...
Foi-nos dito, que o preço médio de 1 grama! andaria à volta de € 2,50 a € 3,00... sim, porque quando perguntei o preço do kilo... sorriram como que dizendo: tens dinheiro para tal? Ora 1 Kg de açafrão/puro ronda os € 3.000,00!
Mesmo assim, existem vendedores a cobrar esses valores mas com 'emitações' que de açafrão apenas tem 3, 8, 20% do mesmo...
O local onde ficamos, é dotado de restaurante, e encontrava-se repleto sendo que os WC eram mais condignos que os que habitualmente se encontram e os duches (quentes) bem agradáveis.
O preço? Pois 80 Dir. ( 60+20 elet) - cerca de € 8,00.
Dia 31 - 14mar14 - 6ª. feira
TALIOUINE - TAZENAKHT - QUARZAZATE - AGDZ

Aquela história do 'açafran' aguçou-me a curiosidade e então, ao sairmos vendo inúmeras placas a anunciar pontos de venda do mesmo, porque não entrar e entender...
na balança... 5 gr = € 15,00!
Subimos ao 1º piso, onde a cêna estava montada...
A balança... o frasco da 'matéria prima'... a calculadora... e uma folha de 'teste' para mostrar ao cliente que para se ver se o produto é 'puro'... esfrega-se um 'pelinho de açafran' no dito... e tem de ficar amarelo...
Não comprei, claro, mesmo se alguém me pediu para lhe levar...
Intencionalmente, escolhemos o percurso mais longo.
Chegados a Tazenakhht, ainda exitamos fazer a estrada que nos levaria diretamente a Agz por Tala... seriam uns 78 Km... mas que nos informaram estaria em obras...
Mas... pelo seguro subimos a Quarzate e descemos a Agdz fazendo o dobro dos km's... por estrada de bom piso e bem assinalada.
Ao entrar em Agdz, logo à esquerda vimos um 'camping' dum Restaurante e nem procuramos os que havíamos assinalado.
Percorridos: 3.210 Km 
Enviar um comentário