De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) - África - -Angola - São Tomé e Príncipe (S. Tomé +Ilha Príncipe + Ilhéu das Rolas) - Ilhas - Madeira + Porto Santo + Açores (S.Miguel+Terceira+Pico)

terça-feira, março 19, 2019

Crónica de Autocaravanista Itinerante - 9 e 10mar2019 - Aver-O-Mar

Crónica de Autocaravanista Itinerante - 9 e 10mar2019 
- Aver-O-Mar - 
Ontem e hoje, o Sol brilhou e a preguiça retirou-me o alento para colher imagens do fim de semana. Muita gente a caminhar e a pedalar. As mangas à quimono saíram à ribalta. Já se sente um cheirinho à Primavera. As gaivotas esvoaçavam lá no alto.


Crónica de Autocaravanista Itinerante - 2mar a 6mar 2019 - Um Carnaval especial


Crónica de Autocaravanista Itinerante - 2mar2019 - Um Carnaval especial - 
Dia 1. - BRAGA - ARCOS DE VALDEVEZ - LINDOSO - XINZO DE LÍMIA (Esp) - LAZA.
Barragem do Lindoso - lado Espanhol... vazia...

O tempo não promete sol em abundância, contudo também se passeia com chuva caso ela venha. Após os Arcos, passada a barragem do Lindoso, uma vez mais constato que a mesma está imensamente vazia... estamos no inverno e tal certamente se deve à estratégia do País vizinho de utilizar a técnica dos 'transvases' pois a barragem a montante encontra-se cheia. Só pode.






A 'guerra' da farinha


Chegados a Xinzo a grande área de apoio às autocaravanas encontrava-se já repleta pelo que decidimos prosseguir até à pequena localidade de LAZA onde ainda não assistimos ao corso carnavalesco.
Amanhã veremos se a surpresa vai ser positiva ou negativa já que este fim de tarde se pautou pelo arremesso de farinha a quem se abeirava dos foliões pelo que passamos ao lado...
Percorridos: 164 Kms

Crónica de Autocaravanista Itinerante - 3mar2019 - Um Carnaval especial - 
Dia 2 - LAZA

Noite algo atribulada. Um TIR entrou, abriu 'asas' para o lado e fez de palco. Imaginem das 22 às 2 da matina a sinfonia musical...
Às 9 da manhã, já as 'xaranga' passavam e os 'peliqueiros' chocalhavam. Demos uma volta na pequena aldeia e aguardamos pelo desfile da parte da tarde.
Quando perguntava aos locais a que horas passaria o desfile, uns siziam às 4, outros às 5 ou 6... mas o que percebi foi que não tem hora certa. As pessoas vão comparecendo quando lhes apetece ou quando vêm outros a passar.
Nada a ver com a organização do desfile de Xinzo.
Gravação que se evapora

Mudança abençoada de local de pernoita.
Espanha e as populares 'xarangas de rua''
Peliqueiros no descanso

Mais uma xaranga
Pelas 6,3oh. lá se começaram a concentrar e a desfilar na estreita rua... 
Nada de especial. Não me encantei com o evento.
Entretanto no muito pequeno largo onde na véspera estivera um camião/palco esta tarde, chegaram dois outros que pela tarde e noite iam fazendo ouvir os fortes acordes musicais e os bailarinos acompanhavam com a sua dança as canções entoadas pel 'artista'.
O local de pernoita, bem mais calmo e sem poeiras fica mais lá para o alto.


Pela manhã


Apesar deste acontecimento, o entroido de Laza começa muito antes dos peliqueiros entrarem em cena. Durante as quatro Sextas de Folia, algumas com tochas incluídas para iluminar as noites, formam-se grandes grupos musicais que acorrem às povoações com tambores, bombos, e todo o tipo de objectos ruidosos.
Um Carnaval especial - LAZA (Esp). - Dia 2
Quando perguntava aos locais a que horas passaria o desfile, uns diziam às 4, outros às 5 ou 6... mas o que percebi foi que não tem hora certa. As pessoas vão comparecendo quando lhes apetece ou quando vêm outros a passar.
Nada a ver com a organização do desfile de Xinzo.
Pelas 6,3oh. lá se começaram a concentrar e a desfilar na estreita rua... 
Nada de especial. Não me encantei com o evento.
Entretanto no muito pequeno largo onde na véspera estivera um camião/palco esta tarde, chegaram dois outros que pela tarde e noite iam fazendo ouvir os fortes acordes musicais e os bailarinos acompanhavam com a sua dança as canções entoadas pelo  'artista'.












No Carnaval, ninguém leva a mal!...












O carnaval na Galiza chama-se entroido (ou antroido), e vive-se de forma apaixonada, em particular na província de Ourense. Depois de ter sobrevivido à condenação da igreja, à censura política, e às vicissitudes próprias da idade, hoje é possível gozar em grande parte da geografia galega de um entroido colorido, popular, de grande valor etnográfico e, claro, caracterizado em todo o momento pela subversão típica destas festas.
Ainda que se contem às dezenas as localidades que programam manifestações carnavalescas singulares, são só oito os declarados de interesse turístico e todos eles correspondem a entroidos galegos. Cada um deles desencadeia de forma única a alegria pelos esplendores de don Carnal, e ambicionam a ter as personagens e máscaras mais vistosas desse ano.
O entroido de Laza
No carnaval de Laza, considerado um dos mais antigos do mundo, os reis da festa são os peliqueiros, cuja primorosa (e pesada: são quase 20 quilos!) vestimenta inclui o chapéu com pompons, máscara, uma jaqueta curta, camisa branca coberta com um lenço, gravata, faixa, calças curtas com apliques, meias vermelhas, ligas, sapatos negros, e vários outros adornos.
Os grandes badalos que trazem atados à cintura (cada um deles pesa quilo e meio), dá um sinal de aviso parecido à trovoada que anuncia a tormenta, só que desta vez são os peliqueiros. Estes correm, saltam, agitam as suas temíveis varas, deixando o aviso de que não deixarão de castigar quem se queira impor no seu caminho. Não se lhes pode tocar (assim o dita a tradição), mas pode-se insultá-los.

O local de pernoita, bem mais calmo e sem poeiras fica mais lá para o alto.
Crónica de Autocaravanista Itinerante - 4mar2019 - Dia 3
Um Carnaval especial - LAZA (Esp) - VERIN - VIANA DO BOLO - M - O BARCO - PONFERRADA.

Decidimos prosseguir e não ficar para o especial dia de hoje em Laza - o 'lançamento' de formigas impregnadas de vinagre, o que as torna 'assanhadas'... há tradições que decididamente me não cativam. Outros que fiquem para contar!
O objetivo deste curto périplo, estava já definido. Visitar uma cidade (Já em 


Castilla Y León / Castilha e Leão) que não conhecia:  Ponferrada.
O percurso até A Rua, com paragem no vale do Mosteiro ''As Ermidas''

Passada a já conhecida Verin, 'subimos' parando para pequena visita na pequena localidade de Viana de Bolo. Nada de especial, haveria festividade de carnaval mas feita a visita à parte velha da urbe, prosseguimos. 
Viana de Bolo






Surpresa inesperada da viagem - As Ermidas
Lá no alto da ziguezagueante estrada, avistamos lá bem no fundo - As Ermidas - uma povoação com uma Ermida que não passaria despercebida. 
Tínhamos de descer, mesmo sem saber se o templo estaria aberto.
Valeu a pena. São estas partes de uma viagem que me entusiasmam, sem contar, sem haver lido nos 'guias' de Espanha que disponho. Uma delícia. No verão acho ser um local com toda aquela maravilhosa envolvência monumental, de pastorícia e um rio de águas bem correntes bem interessante para repousar uns dias.
Sem dúvida que foi a parte mais interessante da viagem.
























Local paradisíaco


Prosseguindo, por A Rua até O Barco que não mereceu visita indo diretos a Ponferrada a tempo de caminhar em redor do seu Centro Histórico.Lá no alto das montanhas a neve sobressaía.
ASA de A Rua


ASA de Ponferrada ( Casa do Peregrino ao pé)


Neve lá nas alturas













Percorridos: 345 Kms. ( Dia 181 Kms )
Crónica de Autocaravanista Itinerante - 5mar2019 - Um Carnaval especial - Dia 4 PONFERRADA - O Barco - MONFORTE de Lemos - OURENSE - BANDE - Ponte da Barca - PONTE DE LIMA.

Noite de grande acalmia. Pela manhã, as rádios e TV's Galegas anunciavam a partir da tarde ventos de 100 kms/hora e chuva, muita chuva.
Decidido o regresso, sem antes abastecermos de gás a preços que rondam o escândalo relativamente aos praticados em Portugal. Achei que os combustíveis estavam ao nível dos nossos, mas ao chegar a Portugal vi que estava enganado e desperdicei a oportunidade de atestar o depósito pois o diferencial ronda os € 0,20/litro...



Como o sol ainda nos ia brindando lá nas alturas, efetuamos paragem para almoço e visita a localidade onde jamais havia parado - Monforte de Lemos. 
Localidade com cerca de 20.000 habitantes, 
Subimos ao castelo onde se encontra o magnífico e altivo 'Parador' de onde se avista toda a cidade.








O ''Parador''







Com uma olhadela ao banal cortejo de carnaval e com o vento a começar a soprar, progredimos no mapa com a intenção de parar para pernoita em Ourense. 
Já no Lindoso
Acontece que a anunciada intempérie começava a fazer-se sentir pelo que acabaríamos por percorrer mais quilómetros do que havíamos previsto indo parar a Ponte de Lima.


Percorridos: 648 Kms ( Dia 303 Kms )
Crónica de Autocaravanista Itinerante - 6mar2019 - Dia 5
Um Carnaval especial - PONTE DE LIMA - Freixo - BRAGA
Noite sob queda constante de abundantes chuvas e ventos fortes.
Nada que incomodasse pois o habitáculo aquecido tornava o ambiente acolhedor e a chuva a tombar embalava o sono.









O percurso dos 5 dias de carnaval

Pela manhã, a voltinha habitual com o Rio Lima a encher gradualmente a sua margem. 
Regresso com saldo positivo na curta viagem.
Percorridos: 703 Kms ( Dia 55 Kms )