De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

segunda-feira, outubro 08, 2012

Rumo à Floríade - Holanda - Dias 25 de viagem A NORMANDIA

Museu da Normandia
Dia 25 de viagem - 25.SET.12 - 3ª. feira
BAYEUX - Arromanches - Port_en-Bessin - Grandcamp - Isigny_s_Mer - St Mère_Eglise - SAINT_LÔ ( NORMANDIA )
Teríamos pelo menos de visitar um dos muitos Museus da Normandia onde se podem recordar testemunhos da crueldade da Guerra (2ª. Guerra Mundial) e de quanto terrível foi.
Não é permitido colher imagens no Museu mesmo se a entrada é paga. Vídeos, armamento ligeiro e pesado, uma imensidão de objetos que ficaram para memória futura. 

no jardim exterior do Museu da Normandia

em memória das vítimas



uma foto ''à revelia''...
Museu histórico completo apresentando a Batalha da Normandia  7 de Junho e 29 de Agosto de 1944. 2000 m2 de exposição e um arquivo de filme de 25 minutos
Próximo do Museu, a visita ao Cemitério da Commonwealth no perímetro noroeste de Bayeux, contendo 4.144 túmulos de soldados de toda a comun idade Britânica, todos eles mortos durante a Batalha da Normandia.





Notamos que existe um _P_ junto ao Museu onde os autocaravanistas estacionam para visita. Como viemos a pé desde a AS, achamos por bem refazer o percurso da véspera, para visitar a catedral.
A Catedral de Notre-Dame de Bayeux
No seu interior do séc. XI, harmoniosamente proporcionado, encontra-se uma cripta decorada com frescos do déc. XV, restaurados, representando anjos a tocar instrumentos musicais.

A primitiva igreja românica que aqui existia, foi consagrada em 1.077, e é provável que a famosa tapeçaria de Baieux tivesse sido mandada fazer para essa ocasião pelo bispo Odo.

As imagens da catedral, dão uma ideia da sua enorme beleza.





a cripta, sob o altar-mor
não se deve nem pode utilizar ''flash'', daí não ser fácil a foto




as homenagens alusivas à 2ª Grande Guerra
O regresso pedestre pelo centro citadino.

uma casa bem interessante



a zona de desembarque das tropas aliadas
Saímos de Baieux para a costa onde se deu o desembarque das tropas aliadas.
O Museu do Desembarque
Desta feita, não visitamos mais este Museu que se situa na praia de Arromanches-les-Bains.

A pequena localidade tem espalhados pelas ruas exemplares relembrando a Guerra.


Nas praias e na costa ainda se podem encontrar ruínas do ''porto artificial'' construidos pelos Aliados.


Na zona conservam os cemitérios ingleses, alemães e americanos.

não passaram ainda muitos anos... há que ter viva a memória



ao fundo partes do ''porto artificial''

Sempre junto à costa fomos percorrendo ''os vários calvários'' onde decorreu a Operação Overlord, visitando de seguida as ''baterias alemãs'' de onde metralhavam as tropas aquando do desembarque.
No final do ''dia D'', mais de 135.000 soldados tinham desembarcado, com baixas na ordem de 10.000 homens.
esta bateria dizem ser ainda original (restaurada)
De novo ''a rolar'' encontramos e visitamos o pequeno porto marítimo de 

Port-en-Bessin-Huppain

 com o seu estaleiro.
Trata-se de pequena cidade de 2.000 hab.. Pertence ao Departamento de Calvados.  
A cidade funciona ao longo de estreito canal. Uma simpática cidade piscatória onde os restaurantes apresentam pratos vários onde as ''moules'' são o prato forte.
Chegados à Omaha Beach, a visita ao Memorial comemorativo dos 60 anos decorridos em 2004. ''Os Bravos'' escultura no areal.




Omaha Beach - ponto máximo do desembarque.





Uma nova visita, desta vez ao Point du Hoc - local escarpado de difícil acesso, onde desembarcaram os ''Comandos''...

Enormes Parques de Estacionamento de onde a pé se faz a visita.

os ''bunkers'' alemães

monumento aos ''Comandos'' americanos
Só mesmo tropas de ''elite'' poderiam ter entrado nestas encostas escarpadas.

E à chegada, os alemães iam dizimando muitos milhares.


No essencial, a visita estava concretizada muito embora entenda que numa futura passagem poderei visitar locais que não vi desta vez.
Uma das recentes ''evocações'' desta parte hedionda da história recente é este magnífico trabalho de artista chinês, dedicado ao Povo Normando.






No final do dia, a chegada a Saint-Lô onde pernoitamos na sua AS.
Percorridos: 4.272 km (Dia 93 km)
N 49º 06' 49.6''  W 001º 06' 10.3'' (grátis)
Enviar um comentário