De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

sábado, setembro 01, 2012

Rumo à Floríade na Holanda - Dia 1 de viagem


No início de cada viagem, estabeleço sempre um objetivo principal. Desta vez a visita à ''Floríade'' na Holanda, evento que se realiza a cada dez anos em cidades diferentes. 
Visitei a ''Floríade'' de 1992, já lá vão 20 anos. Conservo as recordações e as fotos, a ver vamos se mesmo lá chegando próximo do final do evento se ainda encontrarei a mesma beleza de então.
Nesta viagem procurarei ter presentes 3 princípios, a saber: 
> Evitarei os museus. A decisão pode parecer absurda, mas refletindo um pouco: se visitamos  numa cidade estrangeira, não é muito mais interessante ir em busca do presente que do passado? Acontece que as pessoas sentem-se obrigadas a ir a museus, porque aprenderam desde pequeninas que viajar é buscar este tipo de cultura. É claro que museus são importantes e até já percorri kms no ''Louvre'', no ''Hermitage'' e tantos outros, mas exigem tempo e objetividade – É importante saber o que se deseja ver ali, ou sairemos com a impressão de que se viu uma porção de coisas fundamentais para a nossa vida, mas acabamos por não nos lembrarmos quais são.
> Estarei disponível. O melhor guia de turismo é alguém que mora no lugar, conhece tudo, tem orgulho da sua cidade. Caminhando pela rua, escolherei a pessoa a quem desejo questionar ou conversar, e pedirei informações (onde fica tal catedral? Onde estão os locais a não perder?) Se não der resultado, tento outra – garanto que durante o dia encontrarei excelentes e úteis informações.

> Toda a gente nos entende. Mesmo que não fale a lingua, não tenho medo nem receios: já estive em muitos locais onde não havia maneira de me comunicar através de palavras (ex. Turquia), e terminei sempre por encontrar apoio, orientação, sugestões importantes. Algumas pessoas acham que, se viajarem sozinhas, vão sair à rua e se podem perder para sempre. Basta ter o local onde estacionamos no bolso, e – numa situação extrema – chamar um táxi.
Dia 1 de viagem - 1.SET.12 - Sábado
BRAGA - CHAVES - VERIN (E) - PALENCIA -Magaz de Pisuerga
Compra de propano (Repsol espanhol) na fronteira de Chaves (logo após Vila Verde da Raia) num mini-mercado em Feces de Abaixo.
Em Feces de Abaixo, logo após Quintanilha, a nova AE sem portagens Espanhola...
No percurso, muitas viaturas com matrícula Francesa e Suiça – emigrantes certamente.
Gasóleo próximo do preço de PT.


Chegamos já noite a Palencia. 



Não foi difícil chegar à magnífica AS para AC que se localiza no centro da cidade. Acontece que havia lido na net que este fim de semana a cidade estaria em Festa e à chegada constatei que o _P_ da AS se encontrava repleto de viaturas ligeiras e os lugares para AC repletos com as ditas…
A cidade fervilhava com a população nas ruas.
Decidido prosseguir e parar para pernoita no caminho… pelo que a uns 11 km em direcção de Burgos, desviamos para uma pequena localidade de nome Magaz, onde ficamos num pequeno largo. 
AS para AC de Palência 
Coordenadas, latitude:
42.005556 | 42º 0' 20"
-4.535 | -4º 32' 6"
Pernoita em :Magaz de Pisuerga 
Percorridos:     Km 444 Km 
Enviar um comentário