De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

sábado, novembro 26, 2005

Trilho do Turio

Fomos à Serra da Cabreira, para conhecer o Trilho do Turio, um percurso homologado de pequena rota, cujo nome, pensamos ter haver com o facto de 65% do traçado se realizar na mata que dá pelo mesmo nome. Uma autentica floresta de onde abundam espécies de beleza rara, como o caso das cuniferas, que vistas ao longe mais parecem desenhos geométricos, pena é que toda esta maravilhosa mata esteja a ser perigosamente tomada por infestantes entre as quais, damos relevo às mimosas. Urge intervir !!!. O percurso iniciou-se junto à Casa do Guarda de Turio, mais uma abandonada e vandalizada, dai tomamos direcção à Encosta do Rejoeiro, já se notavam vestígios de queda de neve nesta zona, ficando-nos a certeza que mais umas dezenas de metros em altitude, as coisas iriam ficar mais "brancas", e foi o que aconteceu!! Enquanto que penosamente se transpunha a subida entre as encostas do Rejoeiro e Castanheiro de Vide a intensidade dos flocos de neve ia aumentando, propiciando assim um espectáculo de grande beleza, alias como se poderá constatar nas fotos de nosso álbum. No final da íngreme subida, deparamo-nos com uma paisagem deslumbrante, não porque fosse possível avistar ao longe, como seria normal, mas em alguns pontos o nevoeiro se dissipava por instantes, deixando a descoberto o manto branco que contrastava com o verde da vegetação, LINDO !! Desde a Portela até às Casas abrigo da Serradela tudo era branco, visão bem diferente daquela que tínhamos, quando fizemos o Trilho Cabeço da Vaca. DESLUMBRANTE !. Aproveitamos para retemperar as forças no parque das merendas da Serradela, para depois iniciar a descida até à Casa do Guarda de Turio. Relembrando a passagem pela Cabana de Pastores e Pedra Escrita, pontos já nossos conhecidos. Transpor a Encosta da Queimada, Pinhal e o Ribeiro de Turio, foram os objectivos a seguir, feito tudo a descer, agora já sem a presença do manto branco, mas a fazer lembrar que caminhar no Outono ou Inverno também tem os seus encantos.
Enviar um comentário