De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

segunda-feira, dezembro 21, 2015

O mar de novo

 Dias 19 e 20 dezembro 2015
VILA DO CONDE
O porto de abrigo para enfrentar a noite que se avizinha com chuva, trazida pelos ventos
Com a minha alma em paz
Vou deixando as desilusões para trás
No horizonte a água da chuva a chegar do mar
É tão bonito e agradável, adormecer escutando as bátegas da chuva
Nem só de pão vive o homem - lá fora faz vento
A manhã de sol radiante traz-nos alento
Após uma noite de chuva copiosa, o amanhecer com sol
Em busca de um local que me vai dando alento
Próximo do brilho do mar

Há sempre quem acredite em milagres

Sintonizado com o ruído estridente das vagas
Caminho pro mesmo lugar
Sem pressa sem medo de errar
A luz que reluz no meu viver
O sol do amanhecer traz de volta a alegria.


Contemplando as aves que vindas do céu descansam em terra: não semeiam, não colhem, nem armazenam em celeiros; contudo, buscam sempre o seu sustento e fruem a vida 
O seu refúgio preferido, protegido dos predadores humanos
A minha casa itinerante num dos locais preferidos... aqui tão perto

Enviar um comentário