De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

domingo, maio 24, 2015

Sol que brilha e aquece - VIII

No paradisíaco Douro Vinhateiro
Dia 10 de viagem - 15maio2015 - 6ª. feira
FREIXO DE ESPADA À CINTA - Ligares - Açoreira - TORRE DE MONCORVO - S. João da Pesqueira
Os dois habitantes da AS de Freixo de Espada à Cinta pela manhã
Uma noite passada como se num mar de acalmia-
Pela manhã, a saída em direção a Torre de Moncorvo.
Já Freixo de Espada à Cinta ficava para trás
Após 4 dezenas de Km, surge Torre de Moncorvo
Torre de Moncorvo (muitas vezes chamada simplesmente de Moncorvo), é uma vila, pertencente ao Distrito de Bragançade 3.000 habitantes.
Sede de município com cerca de 8 572 habitantes , subdividido em 13 freguesias.


O município é limitado a norte pelos municípios de Vila Flor, Alfândega da Fé e Mogadouro, a sueste por Freixo de Espada à Cinta, a sudoeste por Vila Nova de Foz Côa e a oeste por Carrazeda de Ansiães.

A sua Igreja Matriz é uma das maiores igrejas de Trás-os-Montes e Alto Douro. Tem cerca de 30 metros de altura.
Torre de Moncorvo, burgo promovido a sede de concelho em 1285, pelo rei D. Dinis, era no século XVI uma vila florescente e um centro administrativo da maior importância, facto que propiciou a construção de uma igreja de grandes dimensões, denunciando o secreto desejo de ascensão a sede de diocese. 
Esta acabaria por ser criada em 1545, mas em Miranda do Douro, no extremo nordeste transmontano, o que deve ter contribuído para a morosidade da construção da matriz de Torre de Moncorvo.
Dedicada a Nossa Senhora da Assunção, terá sido iniciada por volta de 151O, de acordo com um testemunho quinhentista, erguendo-se, já então, extra-muros, no arrabalde da vila e no lugar da igreja medieval de Santa Maria. 
Dependente sobretudo de financiamentos municipais, a obra arrastou-se por mais de um século, trabalhando-se ainda em 1638 no estaleiro da grande fábrica, demora que não comprometeu, no entanto, a unidade arquitectónica do edifício.

Na fachada, organizada como uma possante torre, ressalta o pânico central, de composição retabular ao estilo da Renascença, com uma minúcia escultórica que contrasta com a simplicidade dos restantes alçados: colocadas em nichos aparecem as imagens em granito da padroeira, Nossa Senhora da Assunção, no topo, ladeada por São Pedro e por São Paulo. A flanquear a porta estão Santa Bárbara e Santa Apolónia. 
Não se conhece o autor da traça da igreja, apenas a referência do mestre pedreiro João Martins que, em 1559, acompanhava a obra, embora as características do pórtico o aparentem com edifícios contemporâneos...
Resolvido continuar viagem, sem antes me haver recordado que na terra existia uma AS para AC.
Fui em sua busca, segui as placas mas, desisti... não consegui encontrar o local...
Não me preocupei pois a terra tem sítios vários planos e agradáveis para pernoita.
Havia pensado ir pernoitar a Vila Flor.
Telefonou-me o meu filho, dizendo que no domingo iria participar na Meia-Maratona do Pêso da Régua...
Se lá estivesse, poderia ser-lhe útil para lhe levantar o dorsal...
Neste tipo de viagens, o que se programa previamente, raras vezes se cumpre à risca...
Haveria de 'mudar a agulha' e descer um pouco no mapa em direção ao Douro (de novo ), desta vez com passagem na barragem do Pocinho.
a ponte férrea do Pocinho

Barragem do Pocinho

Freixo de Numão. € 5,00 é carote
 Vezes várias a passar a 2 km de Freixo de Numão, haveria desta vez de fazer uma pequena visita por curiosidade.
Um casal de Alemães em AC. Um espaço algo simpático, mas desviado da aldeia. Ainda não foi desta que fiquei cliente, não pelo preço ( com eletricidade incluida ), mas pela monotonia do local, a quente tarde e a falta de adrenalina para a visita.
Freixo de Numão
Continuaria estrada fora com o objetivo de pernoitar na simpática vila de São João da Pesqueira.
Aí chegado, estacionei nas traseiras do edifício do Tribunal e do 'Camping'.
Cansado das curvas, tentei aceder à net da terra. Não tendo palavra passe de acesso, optei pela entrada no muito aprazível mini-Camping.
Nenhum cliente no seu interior, salvo a AC do professor que lá vive nos dias de semana mas que já havia voltado à sua terra.
O preço da estadia inclui eletricidade e duche( € 2,50/pax + € 1,50 elect+€ 3,50 AC )
Chegada - Km 620 ( dia 129 km )
Dia 11 de viagem - 16maio2015 - sábado
S. João da Pesqueira - Peso da Régua
A meio da manhã, saída por estrada que de tanto sinuosa que é, fácilmente nos deslumbra por tão belas paisagens.

Toda a região do Douro é de rara beleza, ou não fora considerada Património Mundial da Humanidade. 
A beleza dos vinhedos desenhados nos socalcos sobre o rio Douro enchem-nos de ânimo para visitas futuras.


Barragem de Bagaúste - de onde sairá a Meia-Maratona

A chegada à Régua
Como se fora eu o jornalista de serviço...
Logo após o almoço, a caminho do Museu do Douro para levantar o dorsal para a prova, vejo que uma das TV generalistas por aqui paira nestes dois dias a fazer a cobertura da prova.





O habitual paseio pedestre pelos arruados da terra.



Já o poeta Torga escrevia no seu tempo...


Turistas mil...
A TVI invadiu a terra
O complexo do Clube que gere a AS de onde se pode colher o sinal aberto de Wifi

Já a noite dava sinais de si, eis que me surge alguém a 'bater à porta'...
Uma agradável surpresa!
Um casal, filho e namorada deste, autocaravanistas ali da zona de Oliveira de Azemeis que faziam questão de 'finalmente' me conhecer...
Alexandra e José Carlos - o meu abraço
Depois das apresentações, o desafio para sair da toca e os acompanhar na visita noturna à terra.
O meu bem hajam à  Alexandra  e  José Carlos pela agradável companhia.
A nova AS para AC - c/ acesso direto a água e luz ( € 3,00).
Percorridos: 660 km ( Dia 40 km )

Dia 12 de viagem - 17maio2015 - domingo
Peso da Régua - Mesão Frio - Felgueiras - BRAGA
Haveria forçosamente de acordar cedo já que a partir das 6 horas da manhã, os 'atletas' iam chegando em grande algazarra de entusiasmo.
Estavam anunciados 13.000 participantes!!!
O meu atleta preferido
Avancei para a Estação de comboios onde me encontraria com o meu filho e não só, pois alguns Amigos da minha cidade iam chegando. Esta sua nova paixão, surgiu como uma boa surpresa para mim. Não corre atrás de medalhas, mas por puro prazer, o que me enche de orgulho.
a passagem do testemunho antes do comboio partir
O Francisco Soares (verde) - um dos meus Amigos mais antigos também apareceu para a Meia-Maratona
Antes da partida de comboio ou de autocarro, os participantes percorreriam os cerca de 6 km até à Barragem de Bagaúste, de onde sairia a prova.
'A Mais Bela Corrida do Mundo’!

Ei-lo na antiga ponte férrea... 

Esta fascinante corrida tem lugar no coração do Douro Vinhateiro, a Região Demarcada Mais Antiga do Mundo, Património Mundial, terra de encantos mil ou, como perpetuou o poeta Miguel Torga, para muitos o melhor poeta português do século XX, o reino maravilhoso.

O meu Amigo Francisco passa minutos depois do Bruno... 
Quem corre por gosto... não cansa...
Aqui, o Bruno irá acaba de vivenciar a experiência de sentir a mais bela corrida do mundo e também a sensação de participar na única corrida do planeta que coloca à disposição de todos o afamado Vinho do Porto ao longo do percurso, vinho mundialmente reconhecido na excelência e que é exclusivamente produzido aqui, no Douro Vinhateiro. 
Desde a Barragem de Bagaúste na Régua. A Meia Maratona (21km), Mini Maratona (6km), Meia Maratona em Cadeira de Rodas (21km) e ainda Campeonato do Mundo INAS. A décima edição da EDP Meia Maratona do Douro Vinhateiro foi uma organização da GlobalSport, através da Running Wonders. 13.000 inscritos!!!
Depois da meta... o merecido almoço confecionado a bordo da autocaravana e o regresso.
Cerca de duas semanas repletas de sol.
Percorridos: 740 Km ( Dia  90 km   )

Enviar um comentário