De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

sábado, abril 05, 2014

Dia 49 a 53 de viagem - 1 a 5 de abril - ALGECIRAS a BRAGA

Dia 49 de viagem - 1abr14 - 3ª. feira 
 ALGECIRAS - JEREZ - SEVILHA (ESP) - CASTRO MARIM (P)
Mesmo se tínhamos programado fazer o regresso, pesou mais alto a vontade de visitar a 'nossa mascote' prisioneira num 'hotel canino' em Algeciras.
Apontamos o Gps para a 'Clínica Veterinária del Estrecho' a quem foi entregue.
Um 'azar' nunca vem só...
Os meus amigos desde que saíram de Marrocos que 'andam com azar'... uma verdade que a retenção do seu animal de estimação os tornou vulneráveis... e eis senão quando, numa rua com viaturas estacionadas em 2ª. fila, passou a traseira num 'coche espanhol'... mais um problema a resolver...
A 'Cuca' no seu novo 'lar' em Algeciras
Na clínica, fomos informados que os animais 'em quarentena' estariam alojados num 'hotel' privado ali a uns 3 Kms... para lá nos encaminhamos constatando que as condições são aceitáveis... e partimos com a tristeza espelhada nos rostos dos meus companheiros de viagem...
Fizemos a 'autovia' até Jerez e daí até próximo de Sevilha repetimos a passagem na muito boa EN com velocidade constante de 90 Km/hora.
autovia gratuita de Algeciras a Jerez
 Toda a viagem com bom tempo.
as vinhas de Jerez

Passagem ao largo de Sevilha
 Já próximos de Ayamonte, na 'autovia' as placas indicativas de 'portagem' na entrada em Portugal, dão um ar da sua graça...
À entrada da ponte internacional, começam a cair bátegas de chuva... esperada... pois estaria um 'alerta laranja' no ar...
Toda a noite choveu copiosamente em Castro Marim.
Percorridos: 4.764 Km ( Dia 376 Km )
Dia 50 de viagem - 2abr14 - 4ª. feira 
 CASTRO MARIM 
mesmo se choveu toda a noite (dizem)... no amanhecer o sol voltou
Os meus companheiros de viagem decidiram-se pelo regresso.
Dado que a meteorologia apontava para a continuação de intempérie, decidi aproveitar o dia de sol que se me oferecia. 
O Manuel Vilaça... anda por cá...
O reencontro com Manuel Vilaça que conheci em janeiro de 2008 em Qued Ma Fatma a sul de Marrocos. A última vez que nos encontramos, foi aqui mesmo... em Setembro do ano passado. Este ano não voltou a Marrocos e ficou pelos Algarves...
 Pelas dez da manhã, no _P_ contíguo à AS, chegou um 'jeep' da GNR que numa folha de comunicação à Câmara identificaram autocaravanista Alemão... o homem ficou 'fulo' pois os guardas assinalaram como eventual infração únicamente o 'degrau' da AC aberto... Em 'off' simpáticamente foram-me dizendo que como ele é Alemão... se não se dirigir à autarquia... a situação terá como fim o arquivo...
As autarquias ainda não compreendem que toda esta gente favorece a economia local... é triste... passados minutos... todas as AC 'zarparam' dali...
 Uma 'lógica' sem lógica nenhuma... no local estarão diáriamente camiões T.I.R. onde os motoristas almoçam e pernoitam... mas... esses não cabem na proibição!!!
Camiões T.I.R.... 'no problem' diria o Alemão!
 Da parte da tarde, o _P_ voltou a encher!
Da parte da tarde, uma volta pedestre pela vila na companhia do meu conterrâneo.

Vila Real de Stº António ao fundo...
Ayamonte ao fundo...




Castro Marim
Dia 51 - 3abr14 - 5ª. feira
CASTRO MARIM - MÉRTOLA - Penilhos - Sete - Namorados - CASTRO VERDE - OURIQUE - Alvalade - S. Domingos - SANTIAGO DO CACÉM - Santo André - ALCÁCER DO SAL
 A caminho de novo, haveria de aceitar o traçado do percurso para Santiago do Cacém que me foi ditado unânimemente pelos dois Gps...
Uma vez mais confiei nos ditos cujos, mas... acontece que até próximo de Mértola foi uma boa opção, mas quando me deram instruções para infletir à esquerda..., as coisas mudaram de figura. Uma verdade que passei por onde nunca havia passado, mas... Penilhos passada as estradas secundárias afunilaram enormemente e uma meia dúzia de Kms até me fez lembrar algumas estradas de Marrocos...
Valeu pelas bastantes perdizes que me saltavam da berma da estrada desafiando a AC a ir de encontro a elas... 
 A paisagem primaveril alentejana seduz de sobremaneira e para completar a paisagem 'em fundo' escutam-se os 'cantares' dos milhares de grilos...
estreita a via, mas razoável nesta parte

valeu pela quase ausência de outras viaturas

Em Sete, parei para 'abastecer'... 42 lts ao preço de € 0,90!!! Poupança de € 22,00!!! Trazia de marrocos, claro!
A Primavera Alentejana é de uma beleza ímpar


passagem em Castro Verde
O verde no Alentejo 
Santiago do Cacém
almoço na AS de Santiago do Cacém
Uma breve paragem em Stº André para entregar a 'encomenda' vinda de Marrocos ( 'especiarias'...) à Alexandra que me retribuíu com um simpático 'bolo'.
Gostei: Pao de sementes, laranja e figos.
Ingredientes:
- sementes variadas;
- raspa de laranja;
- sumo de laranja;
- manteiga;
- açucar amarelo;
- fermento de padeiro;
- Farinha de trigo,
- ovo:
- figos secos
Nova paragem na Albergaria para saudar a família Madeira do Restaurante 'Km10' com quem partilhei dois anos em Angola.
 Para terminar o dia, a pernoita num dos meus locais preferidos onde as noites são sempre de acalmia até que os sinos sa igreja anunciem as 8 da manhã.
Alcácer do Sal junto à margem esquerda do Sado.


Percorridos: 5.030 Km ( Dia 266 Km )
Dia 52 - 4abr14 - 6ª. feira
ALCÁCER DO SAL - CARREGADO - BATALHA
dia negro e chuvoso - passagem da ponte de Vila Franca de Xira
 Antes de rumar à Batalha, passei junto à Praça de Touros de Alcácer para dar uma olhada pela net.
Duas opções encontradas - 1 por sugestão do MVitorino - acesso livre a SMC - que por vezes falhava. A outra, tive de recorrer a um dos 'pifa ppasse'... e serviu à mesma: Thomson 0DF94D (pp 2A819671A4)... et voilá... pronto para enfrentar a chuva que se prevê surja em breve.
 E não é que volvidos dez minutos de viagem 'ela' ia caindo ora mais abundante ora menos?
Uma vez mais na Batalha e com chuva abundante
É um facto que o regresso ainda mais com chuva se torna numa viagem algo desinteressante.
Aproveitei para nos tempos 'livres', passar a escova telescópica na lama que ainda se acumulava na 'africana'... mesmo se amanhã volte a ficar respingada no restante percurso.
Percorridos: 5,215 Km ( Dia 185 Km )
Dia 53 de viagem - 5abr14 - sábado
BATALHA - COIMBRA - BRAGA
A manhã surgiu cinzenta de novo.
O País também me parece cinzento.
Às 9 da manhã acordei com o hino nacional... muitos autocarros... militares... ex-combatentes... também 'lá andei', mas não me misturo com estes saudosismos serôdios que não levam a nada e contribuem para mais gastos desnecessários...
Vejo o meu País cinzento, até negro pois constato que o discurso dos políticos continua a apontar professias de desgraça...
Reencontro as estradas do meu País com inúmeras crateras e pelos vistos a degradação das vias continuará...
os campos que ladeiam o rio Vouga continuam inundados
Vejo parte do nosso povo caminhando sob um manto de chuva em direção a Fátima quiçã em busca de melhores dias que não vislumbro no horizonte...
Vejo barragens repletas de água, ajudando a que alguns poucos elevem os lucros e mesmo assim vão cobrando tarifas elevadas às populações...
A  justiça continua a nada fazer em relação aos poderosos deste País...
De volta e de novo a ser invadido por uma tristeza enorme por ver o meu País cinzento e sem esperança. 
vi-os maiores... largos e profundos

da ponte da ARRÁBIDA o cinzento 
acidentes vários durante o percurso
Cheguei a casa.
Marrocos será certamente um dos destinos futuros, uma vez mais para fugir às intempéries do nosso País.
Percorridos: 5.470 Km ( Dia  255 Km)

Enviar um comentário