De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

quarta-feira, janeiro 30, 2013

Montalegre... de novo.

Adquiri alheiras, bebi água... mas comprei uma bóina em algodão (produção local)!
Dias 26 e 27 janeiro - sábado e domingo
MONTALEGRE (Feira do Fumeiro 2013)
Recebida a pensão de janeiro, como já esperava,... sinti-me vilipendiado pelo Estado,  numa importância líquida anual que daria para abastecer a ''Africana'' de forma a com esse dinheiro rolar uns 1.700 Km/mês (x 12 meses = 17.000 Km!!!... Daria para fazer de novo a viagem à Turquia/Capadócia. Uma brutalidade!
Não sou o único Português a sentir a voracidade da máquina Estatal... mas... lamentávelmente este furto é maior para os pensionistas/reformados que para as pessoas que ainda trabalham!

Com sol à saída, ao tornear a Serra do Gerês... a neve assentava nos cumes e a neblina ia-se apoderando do céu azul.
Não nos conformando, temos de com o que vamos ainda tendo, aproveitar os anos que nos restam de vida para ir arejando o cérebro... ainda que para destinos de menor envergadura.
Desta vez tive de decidir sobre duas alternativas.
A que rejeitei bem interessante seria. A ida com o meu grupo de caminhadas ao alto do Larouco em Montalegre...
Optei pela viagem na ''Africana''... pois tinha de optar...
Montalegre no final de dia
Eis-me uma vez mais numa pequena viagem por locais já bem conhecidos, em direção a Montalegre onde à chegada, o ambiente a pedia agasalhos.
Os vestígios de neve ainda abundavam mas a chuva ameaçava invadir a região do Barroso.
com neve ''no quintal''
Logo após o parqueamento para passar a noite, havia que procurar um local aconchegador que muito rápidamente encontramos.
calor a rodos

pois... neve... ainda...

Um ''bairro'' móvel deu outra graça à Vila de Montalegre
População do concelho de Montalegre (1801 – 2011)
18 072
19 794
20 732
21 158
32 728
19 403
15 464
12 762
10 537

Antes de regressar ''à base'', passagem no ''braseiro'' e ao pé no pavilhão dos comes e bebes no espetáculo caseiro... até o relógio assinalar a meia-noite...
DOMINGO
 A noite trouxe chuva e a manhã nasceu com forte neblina.
Da janela ''do quarto''... avistava-se o castelo lá no alto, a convidar-nos à sua visita.
Se já havia visitado, não me recordava... pelas estreitas ruas do burgo trepamos até ao alto do castelo.
Castelo de Montalegre

o profundo poço do castelo

À tarde a TVI em direto,  complementou a Festa.

a visita obrigatória à Feira do Fumeiro

tudo Made in Portugal!
Desta vez, havia que visitar o ECOMUSEU de Montalegre.
Um simpático e moderno espaço, bem arejado, e... pasme-se... gratuito!

Os objectivos orientadores do Ecomuseu de Barroso, no âmbito de uma estratégia de desenvolvimento local integrado para a região de barroso, são os seguintes:
Promover a valorização das práticas do mundo rural de barroso: sistemas integrados de exploração agrícola, actividades económicas artesanais, técnicas tradicionais, modos e rituais da vida das populações;
Articular, integrar e dar coerência global às situações existentes no barroso, onde tanto a valorização do património cultural como a valorização do património natural estejam a ser alvo de acções concretas por parte de agentes locais, públicos ou privados.
Promover a valorização do património cultural nas suas diversas vertentes: património arqueológico, património rural construído, património religioso e cultura material das comunidades;
Promover a valorização do património natural nas suas diversas vertentes: recursos naturais do território, nomeadamente os sítios de valor ambiental acrescido;
Promover e rentabilizar os recursos naturais numa vertente lúdica e desportiva, sempre com um sentido de respeito, conservação e sustentabilidade; 
A TVI esteve lá das 14 às 20 h.
Mesmo em tempo de crise, no Barroso, não se sente a crise. Uma autêntica festa animada por pequenos grupos musicais.
O regresso pelas ''fraldas'' do Gerês, no final da tarde sem chuva.
Agora sim... frio arrastado a vento... Um fim de semana a fugir à rotina, sem grandes custos.
Mesmo se a tentação foi grande... apenas bebi água... para começar o ano mais elegante e saudável.
 
Percorridos: 195 Km. 

Enviar um comentário