De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

quinta-feira, março 22, 2012

Viva a Primavera e Viva a Poesia ( Dia 1)

Praia Fluvial PARAÍSO - Caramulo
Vivam a Primavera e a Poesia
Decidida pequena viagem comemorativa da chegada da Primavera e porque não da Poesia.
Foz lado de Gaia, Furadouro
Dia 1 - 21.MAR.12 - 4ª. Feira
A Primavera chega hoje. Na infância dizia-se que as pessoas iam à Estação de Caminho de Ferro receber o ‘’cuco’’. Para manter a tradição, passamos na Estação, mas, como os tempos são outros, o ‘’cuco’’ não chegou,  pelo que nos metemos a caminho  no primeiro dia de Primavera que é mesmo um dia condizente – com muito sol -.
Vai alta no céu a lua da Primavera.
Penso em ti e dentro de mim estou completo.
Corre pelos vagos campos até mim uma brisa ligeira.
Penso em ti, murmuro o teu nome; e não sou eu: sou feliz.
Amanhã virás, andarás comigo a colher flores pelo campo,
E eu andarei contigo pelos campos ver-te colher flores.
Eu já te vejo amanhã a colher flores comigo pelos campos,
Pois quando vieres amanhã e andares comigo no campo a colher flores,
Isso será uma alegria e uma verdade para mim.
06/07/1914
Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)
Praia de Salgueiros
Viva a Poesia
O Dia Mundial da Poesia celebra-se também a 21 de Março, (foi criado na XXX Conferência Geral da UNESCO em 16 de Novembro de 1999). O propósito deste dia é promover a leitura, escrita, publicação e ensino da poesia através do mundo.
De Miguel Vital AC no FB, colhi e partilho:   

''No Dia Mundial da Poesia presto uma simples homenagem ao meu tio José de Andrade, poeta, actor e encenador, fotógrafo amador premiado em muitos certames nacionais e internacionais. Natural de Santo Tirso, faleceu em 2008.

O poema "aguarela" é dedicado ao seu grande amigo e pintor Luís Alberto já falecido também. Está publicado no álbum "O PÓ DA GENTES DO CAMINHO" que reúne algumas das suas melhores fotografias. É uma edição de 2007 das Edições Cão Menor.
A quadra, assinada com o pseudónimo ARTESÃO, ganhou o 
primeiro prémio no 76.º concurso Quadras de S. João, organizado pelo Jornal de Notícias, em 2004 .

aguarela

A aldeia acorda.
De casa em casa
Rompe-se o silêncio
E a luz da manhã
Vestida de prata
Com mantos rosados
Que o vento esvoaça
Tinge uma nuvem que passa
Apressada
Ao som de violinos.
E da melodia que fica
Surge o pintor-poeta
Que de magia
Em magia
Interpreta
Recria!
Agora a tela 
Embriaga-se de luz
E por entre formas,
Linhas
E intenções
Em aparições,
Esvoaçam cores
Em correrias 
Loucas,
Ouvem-se trombetas,
Rebenta o dia,
Nasce o Sonho
E a poesia!

José de Andrade

Sou ateu mas faço santos,
Cascatas, figuração;
Faço risos, faço prantos,
Faço a vida ó S. João
ARTESÃO


   
Dia 1 – 21MAR12 – 4ª. Feira
BRAGA – PORTO – AFURADA – LAVADORES – SALGUEIROS – MADALENA – VALADARES – SENHOR DA PEDRA – MIRAMAR – STA MARIA DA FEIRA – S. JOÃO DA MADEIRA – OLIVEIRA DE AZEMÉIS – ALBERGARIA-A-NOVA – ALBERGARIA-A-VELHA – S.JOÃO DO MONTE – CARAMULO – CARAMULINHO – CABEÇO DA NEVE – CARAMULO


Paragem no Porto para revisita no IPO de amigo que não merecia lá estar. Passagem
 sobre a Ponte da Arrábida e saída em direção à Afurada. A passagem na parte de
 Gaia que lhe dá acesso é de arrepiar pois faz-se numa descida onde um semáforo faz 
avançar os veículos em estreitas vielas que são mesmo à medida para a passagem de uma autocaravana.
Na hora do café... a AC à vista...
Chegados à parte do rio Douro (marina) onde recentemente a autarquia fez 
intervenção de requalificação de toda a zona, prosseguimos sempre à beira-mar até à 
Praia de Salgueiros para almoço e café.
Continuando na orla costeira pela Madalena, Valadares, Senhor da Pedra e Miramar, 
infletimos para a ‘’scut’’ na parte não taxada, até Sta Maria da Feira.

Daí em diante, avançamos para o interior sempre por estradas nacionais. Depois de 
Albergaria-a-Velha, circundamos Águeda seguindo então por estrada sinuosa em 
direção da Vila do Caramulo.
As encostas pejadas de eucaliptais
No percurso as encostas recém-ardidas pejadas de eucaliptais, eram esventradas por 
madeireiros que certamente com essa matéria prima alimentarão as indústrias de 
celulose. 
Antes 11 km surge a aldeia de S. João do Monte onde o aproveitamento de açudes foi 
criada a magnífica e curiosa Praia Fluvial Paraíso .

Rio Àgueda  em S. João do Monte


A magnífica Praia Fluvial do Paraíso

A cerca de 3 km do Caramulo, a estrada passa por frondosa e cerrada floresta.
Caramulinho
Como os dias se prolongam aproveitamos ainda para dar uma olhada ao Caramulinho, 
um local panorâmico estrategicamente localizado e de onde sai trilho de caminhadas.
 
 
O parqueamento fica a 1.000 mts de altitude sendo que o marco geodésico está acima 
70 mts ( 1.070 mts) ao qual não trepamos pois fazia um frio puxado a vento que nos 
tolheu o andar.
Paisagem avistada do alto do Caramulinho

Regressamos para subir ao Cabêço da Neve, outro magnífico miradouro de onde os 
parapentistas se aventuram a saltar para o abismo.





Utilizamos a AS para Autocaravanas por detrás do Pavilhão Municipal – N 40º 34’09.8’’ 
/ W 008º 10’ 17.0’’.

A pernoita fez-se no Parque de estacionamento do Museu do Caramulo, defronte do 
Hotel com o mesmo nome, onde o Wireless do Museu chega ao interior da AC.

Percorridos: 199 Km

Enviar um comentário