De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

quarta-feira, dezembro 21, 2011

De Paradela a Ponteira (Montalegre)

www.naturezas.com 
Dia 17.DEZ.11 - Sábado
A freguesia de Paradela fica situada num vale, na margem esquerda do rio Cávado a cerca de 20 kms de Montalegre, e tem por vizinhas as aldeias de Fiães (3 kms), Outeiro (4 kms), Fervidelas (4 kms) e Covelo (3 kms).

Foi de Paradela que arrancamos para uma subida de encostas despidas de vegetação queimada pelos incêndios.
O seu nome completo é Paradela do Rio e, por se implantar numa confluência de estradas, beneficia de uma excelente situação geográfica.


Goza de paisagens deslumbrantes quer vistas da freguesia, quer da anexa Ponteira, um povoado implantado em penedias fragosas (com uma “pedra bolideira” no Castro), até às margens da barragem.
Este pequeno povoado (Ponteira) terá sido o primitivo assento da paróquia.



Lá ao fundo... Pitões das Júnias.

Os granitos extraídos na pedreira da Ponteira
Nesta freguesia existe um alto monte, conhecido por “Rocha da Ponteira”, onde, em tempos idos, se fez a extracção de ametistas.
Até ''folhas de granito'' substituem os ancestrais madeiros

No alto da Ponteira, os rebanhos
“pedra bolideira”... pois... basta balouçar a enorme ''rocha chapéu'' e ela ''baloiça, daí o seu nome...

Era suposto, descermos esta abrupta encosta,... mas... não deu...


Dez minutas de chuva... e a bonança de novo...

Uma dúzia e tal de km por paisagens magníficas.
Enviar um comentário