De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

domingo, maio 29, 2011

Gerês aqui tão perto

Pedra Bela - Gerês
Dia 24 e 26.MAI.11 - 3ª. e 5ªa Feira
A Natureza e o Desporto
Mais furo... menos furo... a Liberdade de pedalar supera... e vitaliza...
Quando encostamos a ''casa rolante'' continuamos a viajar... de bicicleta ou ''a pé''... pela Natureza nortenha, por entre campos e montes... mesmo se a alergia aos pólens e fênos nos ''tolhem''...
Dia 28.Maio.2011 - Sábado
O Parque Nacional da Penêda - Gerês
“Há sítios do mundo que são como certas existências humanas: tudo se conjuga para que nada falte à sua grandeza e perfeição. Este Gerês é um deles."
Miguel Torga In "Diário VII"
Já não acompanhava o meu Grupo NATUREZAS há uns meses...
Retomada a salutar atividade, lá voltamos de novo ao nosso belo e maravilhoso Parque Nacional da Penêda-Gerès, concretamente ao espetacular Miradouro da Pedra Bela apenas a 800 mts de altitude.
Este é um dos locais mais famosos do Gerês, e uma vez avistando a paisagem, percebe-se instintivamente o porquê. Montanhas, a albufeira da Caniçada, os rios que serpenteiam a serra, a confluência do Rio Cávado com o rio Caldo, a vegetação própria desta serra, ou a estonteante Portela do Homem… 
A Pedra Bela desde sempre encantou, dizendo os antigos que foi a mão divina que aqui a colocou, como que uma peça num presépio, perfeita e imponente. 

Partindo em direção das Caldas do Gerês, siga em direcção à Barragem da Caniçada. Poucos metros á frente encontrará um entroncamento à direita com a indicação "ERMIDA". Vire nessa direcção e siga por essa estrada que tem tanto de apertado como de belas paisagens mas com cuidado e atenção redobrada. Quando chegar a "Ermida" acaba o luxo do alcatrão e começa a "Terra Batida". Suba sempre por essa estrada até encontrar um entroncamento com as indicações "Pedra Bela" à esquerda e "Cascata do Arado" à direita. Tome o rumo da esquerda  e siga o caminho.

Gerês, Pedra Bela, 20 de Agosto de 1942

PÁTRIA


Serra!
E qualquer coisa dentro de mim se acalma…
qualquer coisa profunda e dolorida,
traída,
Feita de terra
E alma.



Uma paz de falção na sua altura
A medir as fronteiras:
-Sob a garra dos pés a fraga dura,
E o bico a picar estrelas verdadeiras… (M Torga)


 Aparcadas as viaturas na Pedra Bela, saímos ''em círculo'' com passagem no Curral da Carvalha das Éguas.
 Mesmo se o Sol brilhava esplendoroso, saía do solo um agradável ''ar fresco'' pois a véspera havia sido de bondosa chuva e temível trovoada.
 A subida agradável, sempre por trilhos humanos ou de cabras...
 Paisagem arrebatadora.
 A descida para o ''rio'' Teixeira, com a ''Branda da Teixeira'' lá no fundo.
Pequena paragem para lanche junto ao Rio onde o casal de pastores lavavam uma agradável ''salada'' para o almoço, enquanto o enorme rebanho de gado se ''lambusava'' na verde e fresca erva... e os pardais chilreavam alegremente...
O Ribeiro ''Teixeira'' e as suas águas cristalinas


Tudo a natureza alimenta
beleza indescritível
 Dobrado o alto... a descida para o Rio Arado...
Com a manhã terminada... a descida até à Cascata do Arado


A ponte sobre o Rio Arado lá em baixo... e a espetativa da chegada... mas... ainda faltavam uma hora e meia...
 Finalmente a Cascata do Arado, onde já alguns se banhavam...
A frescura merecida
Não resisti... 
A vivenda do Cristiano Ronaldo... naquela encosta...
Após o esforço consentido, o merecido repasto no já conhecido Restaurante Vessada em Valdosende, onde o Sr Domingos nunca nos deixa ficar mal...
Percorridos: 12 Km em 4 horas e 1/2.

Enviar um comentário