De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

quinta-feira, junho 25, 2015

do Minho ao Algarve V

Dia 11 de viagem - 16junho15 - 3ª feira
Marina de Portimão - ALVOR
O bom filho a casa volta... razão pela qual voltei de novo à terra que me cativa por razões várias - ALVOR.
Reconhecida como Sítio de Importância Comunitária, a Ria de Alvor é uma zona bafejada pela beleza, privilegiada para a pesca e para a criação de moluscos, num local ainda não descaracterizado pelo desenvolvimento turístico.
A área protegida da Ria do Alvor situa-se entre Alvor, Mexilhoeira Grande, Figueira e Odiáxere e tem cerca de 1400 hectares.
A paisagem da Ria é constituída por dunas cinzentas, praias e estuários, terrenos agrícolas, lodaçais e areias a descoberto na maré baixa, cursos de água permanentes, mato semi-natural, pinhal e sapais salgados, onde espécies e habitats de interesse comunitário encontram o seu abrigo. Encontram-se igualmente pinheiros mansos, amendoais, alfarrobeiras e vinhas.
A magia da Ria do Alvor chega ao final do dia, com uma luz mágica, de vermelho, prata e lilás, que hipnotiza quem a contempla.








A zona lagunar encontra-se separada e protegida do mar por duas línguas de areia, a Praia de Alvor a nascente e a Meia-Praia a poente, rodeando dois promontórios, a Quinta da Rocha e a Abicada.

 Nos campos agrícolas, durante a migração outonal é possível observar o movimento de centenas de passeriformes que procuram áreas de repouso e alimentação durante esta epopeia que é a migração.

 Chegados ao parque de estacionamento, a zona húmida – laguna e sapais – pode ser explorada a pé seguindo o dique que rodeia uma área de sapal. Nesta área de sapal pode-se observar flamingo, garça- real, garça-branca-pequena, maçarico-de-bico-direito, borrelho-de-coleira-interrompida, borrelho-grande-de- coleira, pernilongo, cotovia-de-poupa e muitas outras aves.
Dia 12 de viagem - 17junho15 - 4ª feira
ALVOR
A bicicleta nestes dias de praia tem de mostrar a sua utilidade.
Voltei a percorrer o percurso próximo do mar, até à Marina de Portimão.
O bom tempo começou a trazer mais pessoas para as praias mesmo se a criançada nem toda tem férias.
Na Praia da Rocha a imensidão do areal continuará sem gente
O _P_ de autocaravanas contígua à Marina
Parque de Autocaravanas da Marina de Portimão com três dezenas de AC

Praia do Vau - sempre apetecível
Praia do Vau
No regresso ao meu loteamento do Alvor, o pequeno grelhador vai fazendo das suas.
As sardinhas do Mercado a € 5,00/kg deliciam os dias quentes, acompanhadas de uma boa salada e de uma botijinha de branco Alentejano fresco.
Dia 13 de viagem - 18junho15 - 5ª feira
ALVOR
Ria de Alvor
 Aos costumes, disse nada...
Não é janela, mas 'finge ser'...
Foto recebida por email, remetida pelo Amigo de Carcavelos Eduardo que na semana passada se reencontrou connosco aqui no Alvor. O 'ponta esquerda', é 'le gardien' Carlos Caracol (é mesmo o seu apelido... Algarvio de gêma...
Dia 14 de viagem - 19junho15 - 6ª feira
ALVOR - FERRAGUDO - S. BARTOLOMEU DE MESSINES - GRANDOLA - ALCÁCER DO SAL
salinas
Iniciamos o regresso após o almoço.
Demos ainda uma olhada à zona do Ferragudo e continuamos em direção ao norte, numa tarde quente.
salinas à saída da ponte de Portimão

A primeira paragem, ocorreu à chegada a Silves.
Silves
No parque das piscinas os lugares são muitos, mas as AC nem tanto
AS de Silves (piscinas) - abriu, ou não?
A ideia com que se fica é que abriu, mas... se não fechou... virá a fechar?
de novo no Camping de Alcácer do Sal
Com o Alentejo quase atravessado, o calor abunda ainda.
Decidido acorrer ao conforto do Camping de Alcácer.
Percorridos; 980 Km ( Dia 222 Km )
Dia 15 de viagem - 20junho15 - sábado
ALCÁCER DO SAL - CARREGADO - BATALHA
já na Batalha
A manhã no Camping de Alcácer, serviu para limpesas e lavagens de cortinados, tapetes etc...
Com o vento e secura do tempo, depressa as coisas se compuseram de modo a que após o almoço mais uma tarde quente se nos deparava.
Uma paragem no Carregado para a co-piloto fazer umas compritas no 'Campera' e de novo um percurso de caloraça até final da tarde.
Felizmente que ao tombar do sol, com as 'escotilhas' abertas, uma fresca reconfortante foi chegando.
Mais uma noite calma e sossegada.
Percorridos: 1.163 km ( dia 183 Km )
Dia 16 de viagem - 21junho15 - domingo
BATALHA - FIGUEIRA DA FOZ - CAIS DO BICO (Murtosa) - BRAGA
Figueira da Foz
Apontamos o Gps para o litoral, percorrendo aldeia atrás de aldeia até à zona de Pedrogão.
Figueira da Foz
de novo no Cais do Bico para almoço
Ao passar à ilharga da Murtosa, decidimos parar para almoço num dos locais que mais gostamos de todos por onde vamos passando: O Cais do Bico.
O céu semi-encoberto ajudou ao conforto mesmo se os ares da ria nos faziam sentir bem.
As gentes após o farnel, gozavam a 'sesta' à sombra das pequenas árvores
a tenda de verão para os ''Sabores da Ria''... estava repleta de gente
mesmo sem mar... alguns faziam praia no areal da ria
E assim demos por bem empregue esta ida ao sul que não foi por mais tempo já que um dos dois... trabalha... e amanhã... é dia de trabalho.
Como no périplo conheci um autocaravanista de Vitória (no País Vasco), recebi algumas dicas de visitas na zona, que me vão desde já alimentando a ideia de as percorrer em breve, a caminho dos Pirinéus, para assistir a um dos espetáculos no Mundo que me cativa: O 'Tour de France'!
Et Voilá.
Percorridos: 1.460 Km ( dia 297 km )
Enviar um comentário