De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

domingo, julho 14, 2013

À descoberta da IRLANDA - Dias 43 e 44 de viagem - 13 e 14jul13

Dia 43 - 13jul13 - sábado
ASKEATON - FOYNES - GLIN - TARBET - LISTOWEL - TRALEE - FENIT
Com acesso à net, fomos descansar já a meia-noite havia chegado. Uma noite calma, de bom dormir. Pela manhã uma neblina pairava nos céus. Reabastecemos na AS a 'Africana' e partimos de novo.
Passagem nas pequenas localidades de Foynes e Glin onde nem paramos, fazendo apenas uma pequena incursão nas poucas ruas da terra.
Em Tarbert ainda fomos ao pequeno porto de mar, de onde sai um ferry para o outro lado do estuário.
à saída... a piscina ao lado, com redução de preço para os AC!!!
porto de ferry de Tarbet
baía de Tarbet
Paramos em Listowel - bonita cidade, com os seus edifícios de cores fortes. Ainda visitamos uma pequena casa de antiguidades, ficando siderados com os baixos preços de peças de muito valor, pianos, relógios de parede e de mesa, mobilias... a confirmar o que a nossa amiga que reencontramos em Portadown que nos disse que se tivera um 'furgão', o encheria de peças do género que lhe dariam um bom ganho ao chegar a casa... e é bem verdade.
Avançamos para Tralee, onde almoçamos.
Os meus parceiros de viagem, lá foram a uma estação de serviço para dar 'uma sopradela' na chaminé do frigorífico, que vai resultando a cada dois ou três dias...
Mas, como se diz, um azar nunca vem só... seguiam à frente, quando em mais uma estreita estrada, ao passarem por um furgão, racharam o espelho retrovisor... eu que seguia a uns 200 mts atrás, só vi no centro da via, um espelho inteiro e vários outros bocados de outro... passei sem lhes passar por cima... não sabendo que eram deles...
Uma paragem para com fita adesiva larga que eu trago sempre comigo, lá 'remendamos' o retrovisor... todos os males fossem assim...
Bem me dizia o meu jovem amigo Tiago (Cônsul em Belfast)... não estranhes se um dia partires nas estreitas estradas um retrovisor... isso aqui é fácil de acontecer...
rua de Listowel

centro cívico de Listowel
fachada encantadora de Listowel


Listowel
detalhe de LISTOWEL







estuário de TRALEE
estuário de TRALEE
praia de FINIT
St Brendam - o Navegador em FENIT



Porto e Marina de FENIT


Pai, Filho e Mãe a pescar... muito popular esta cena na Irlanda







o nosso 'poiso' de hoje...






às dez da noite ainda há gente a mergulhar...
não existe bandeira verde na Irlanda
À chegada ao pequeno porto/marina os meus amigos não perderam a oportunidade de novo banho de mar...
De novo com net de um restaurante próximo de nós.
Percorridos: 4.876 Km ( dia 97 Km )
_P_ - N 52º 16' 35.8''  -   W 009º 51' 52.8''
Dia 44 - 14.jul.13 - domingo
FENI - TRALEE - CAMP - DINGLE (An Daingean) - Ventry Beach
Amanhecer de neblina.
Deixamo-nos ficar, partindo apenas após o almoço. Aos domingos nem é fácil o estacionamento, nem a condução das estradas é tão fácil.
No início da tarde, rumamos a mais uma península, onde uma vez mais predominam as indicações rodoviárias em ''Irlandês'', só muito raramente surgem as duas designações.
Um dos exemplos é o surgimento do nome da cidade de Dingle, que apenas surge em ''Gaélico''... 
irlandês (Gaeilge), também conhecido como gaélico irlandês ou simplesmente gaélico, é um idioma falado como língua nativa na Ilha da Irlanda por cerca de 104 mil pessoas, predominantemente nas zonas rurais ocidentais da ilha.
DINGLE - aldeia outrora remota e onde nunca se falou outra língua para além do Irlandês é hoje um importante porto piscatório e um centro turístico em desenvolvimento.
As lojas de artesanato, os cafés e 'pubs' são numerosos, por vezes com recordações hippies . A zona do porto, algo desordenada, está repleta de traineiras, e ao longo do cais há animadas tascas com música e marisco.
Lá chegados, um mar de automóveis em tudo que é parque de estacionamento.
Com alguma paciência, lá estacionamos junto à marina e deambulamos pela pequena mas agradável cidade.
O local escolhido (é pago € 1,00/hora...) ficaríamos próximo de uma boa meia-dúzia de AC Irlandesas, todas elas com muita filharada e grandes alaridos... ou era gente campesina, ou seriam de etnia cigana (não conseguimos perceber...), ora, entendendo que a noite poderia ser um pouco ruidosa e mesmo tendo encontrado um calmo parqueamento grátis ali a uns 1.000 mts para interior (lado oposto ao Lidl), decidimos avançar na costa para oeste onde haveríamos de pernoitar de novo junto ao mar.
TRALEE já ficou para trás... (ao fundo à direita)
A passagem no moínho de Blemerville
as paisagens de um misto campestre e montanhoso

tive de lhes buzinar... cada vez que o fazia... aceleravam... a bom acelerar...
já cansados... desistiram... entrando arvoredo adentro...




fotografar em andamento? Pois... é perigoso... 





DINGLE

Porto de Dingle

um tambor gigante... lindo de ouvir...

e lá estão ''elas''... 


Dingle









lá está DINGLE
artéria de DINGLE


Casa 'bizarra'
taipais de obras com ''obras de arte''...





a caminho de Ventry

conduzir à esquerda... mão direita de fora para 'sacar' a foto... perigoso... mas com prática, vai-se conseguindo.
daqui não saio... daqui ninguém me tira... 
o local de 'pernoita'...
Dingle: _P_ N 52º 08' 21.3''  /  W 010º 16' 37.2''
Pernoita/ Ventry : - N 52º 07' 57.5''  /  W 010º 21' 50.6''
Enviar um comentário