De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

sábado, abril 20, 2013

Rumar a Sul primaveril - Dias 1 a 4 de viagem

Vila Velha de Ródão
Dia 1 - 17abril2013 - 4ª. feira
BRAGA - ANGEJA - AVEIRO - OLIVEIRA BAIRRO - CONDEIXA - PENELA - SERTÃ
O prometido é devido. Havia de sair da letargia invernal. Rumar a Sul de novo em busca de fortes tons de verde, amarelo,... de cheirar a Primavera e as nossas gentes a sair de suas casas para fruir o sol.
As cegonhas voltaram - Viva a Primavera
Na companhia dos meus amigos habituais (Emília e Artur), aí vamos nós com as nossas 'choupanas', com paragem em Estarreja para almoço, breve visita à 'Albicampo' em Angeja para saudar as inúmeros ninhos de cegonhas e aproveitar para as pequenas arranjos de manutenção da 'africana'.
O céu azul com Sol em abundância ajudou ao entusiasmo da saída. 
Após Aveiro entramos num IC que atendendo ao bom piso e à pouca utilização automóvel nos permitiu progredir no cruzamento oblíquo do País. Uma vez mais nos confrontamos com a exagerada construção de AE sendo que este tipo de vias (IC e IP) seriam a melhor opção como constatamos. Chegados à Malaposta descemos até Coimbra pela EN1. Aí infletimos para a Sertã, de novo por um magnífico IC8 que se vai cruzando por AE... um desperdício. 
PENELA
Barragem de Cabril em Pedrogão Grande
Barragem do Cabril
Depressa passamos na Vila de Penela, onde inicialmente prevíamos pernoitar. Prosseguimos em direção de Pedrogão Grande onde demos uma olhada ao 'Camping' da Barragem do Cabril. 
Local magnífico para gozar uns calmos dias quando não puder ir mais longe.  
Haveríamos de estacionar para pernoita na simpática Sertã.
Não sendo a primeira vez que ali fomos ficar, aconteceu que o Gps nos indicava um acesso impróprio e logo 'um cavalheiro' se apressou a oferecer-se para no seu 'mercedes' nos levar por caminho certo.
Na despedida, referi que era amigo de um amigo do tempo da guerra colonial.
Logo me disse que o conhecia e que ele 'estava cá'... 
Um telefonema para Lisboa para obter o seu contato... e... lá fomos ao serão a sua casa pois veio buscar-nos 'ao nosso bairro'...
Um fim de dia agradável com amigos de longa data.
Para quem anda 'de casa às costas':
Camping da Barragem do Cabril - A/C € 3,00 - 1/pess € 2,00 - Elet: € 3,00.
Pernoita (mesmo se conhecemos a AS) - 
Aqui: Lat: 39.799833 e Long. 008º.099740 (c/WC) (grátis)
Percorridos: 282 Km
Dia 2 - 18abril2013 - 5ª. feira
SERTÃ - FRATEL, VILA VELHA DE RÓDÃO - NISA - CASTELO DE VIDE
Ainda não foi desta que a 'bike' saiu do 'pedestal'!
Um amanhecer magnífico, mesmo se a noite nos levou ao apoio do 'edredon', sem ligar o aquecimento.
Na outra margem um antigo moínho (hoje um Restaurante recomendável).
Percorremos as estradas que nos levaram ao Fratel, por constar nos roteiros autocaravanistas.
mais um IC onde se 'rola' como se de uma AE se trate.
Normalmente estes espaços encontram-se mal sinalizados ou com sinalização inexistente.
a inexistente AS de Fratel
placas que enganam... uma pena.
No caso vertente, a surpresa foi o contrário... imensas placas identificativas que desembocam num local ermo e 'semi-abandonado', a facear com as piscinas da aldeia.
Na rede da piscina de Fratel... algo bonito saído da natureza
AS não existe - pura e simplesmente - segundo nos disseram depois os locais...
Vila Velha de Ródão - porto fluvial
A hora para almoço aproximava-se, decidimos prosseguir até à AS de Vila Velha de Rodão.
Um espaço deveras interessante. Barcos para passeio no Tejo, uma magnífica AS. O almoço sería no _P_ do porto fluvial.
O Tejo... e as 'portas do ródão' à vista.
Entretanto chega casal Inglês que iria lá passar a noite. Aproveitamos para aprofundar o nosso frágil Inglês pedindo algumas informações para a prevista viagem ao seu país.
As despedidas e o prosseguir até ao alto da 'Ermida e Castelo' lá bem no alto, sobre as Portas do Ródão. Valeu a pena o ziguezaguear da subida.
Junto à ponte de V Velha de Ródão
do alto da 'ermida'
Lá do cimo, uma visão espetacular desta porta do Alentejo.
da janela do que resta do antigo castelo
A ponte do Tejo e à direita 'escondidas' as Portas do Ródão
no Alentejo a Primavera tem coloridos que vão do verde ao amarelo, ao roxo... uma delícia de coloridos policromáticos
A continuação da viagem fez-se com paragem na simpática NISA.
A obrigatória caminhada pelas suas velhas ruas. 
Igreja Matriz - Fundada no Séc XV
Ainda esboçamos a visita ao Museu, mas... depois duma tentativa de visita à parte Etnográfica, fomos encaminhados para a parte principal do Museu que não encontramos... ficará para a próxima.
NISA telhados - vista do alto das Portas da Vila
Esta Vila, que dizem ter sido eleita por reis e raínhas, está ligada à nossa história.
A 'nova Vila' tem a mão de D. Dinis que foi o obreiro da sua construção.
Igreja da Misericórdia - da 1ª metade do Séc XVI
NISA é uma Vila que reúne um interessante património religioso e museológico e dizem-nos uma gastronomia de eleição, com o conhecido Queijo de Nisa na lista de sabores únicos.
A Sala de Visitas de NISA
Não se pode visitar tudo. Um País pequeno mas com tantas terras para melhor conhecer.
Prosseguimos para aquela que escolhemos para pernoitar: Castelo de Vide.

Castelo de Vide
A Vila de Castelo de Vide é outra das nossas riquezas dignas de visita.
Com toda a sua história, o seu reabilitado património, os seus parques e jardins.
Uma Vila que surpreende pela frescura das suas paisagens.
Uma bonita praça de Castelo de Vide

Percorremos a terra, repousamos numa das esplanadas e à noite demos nova 'olhada' na deserta Vila onde 'as relas' reinavam.
fim de dia em Castelo de Vide
Pernoita: _P_ Castelo (c/wifi) - N 39º 24'58.1" - W 007º 27'29.3"
Percorridos: 404 Kms (Dia 122 Km)
Dia 3 - 19abril2013 - 6ª. feira
CASTELO DE VIDE - PORTAGEM - MARVÃO - PORTALEGRE - CAIA (S.Tiago URRA) - 
Uma noite calma e um amanhecer soalheiro.
O duche matinal.
Na ' aldeia de Portagem' eis que se avista lá no alto MARVÂO
Os meus amigos foram visitar a feira da Vila e partiram para Portalegre, sendo que eu fui-me entretendo com a 'net' e a confecionar o almoço. 
Estacionou junto a mim uma AC Irlandesa. Nem a propósito. Havia de lhes pedir 'dicas' sobre o seu País. Logo a seguir uma outra de Holandeses. Nestes locais a conversa é sempre propícia e interessante.
Haveria de partir... a meio da tarde. .. pelas 17 horas...
Haveríamos de voltar ao imperdível alto do MARVÃO (995 mts) de onde se frui uma paisagem raiana espetacular.
AS de Marvão
Mais um local repleto de história.
Cada vez mais o casario é reabilitado para fins turísticos, que vão do artesanato ao alojamento e restauração.
Estacionamos próximo da As para Ac, já que a procura nesta época do ano e fora do fim de semana é diminuta.
e lá está a 'africana' a descansar da subida
Revisitamos a pacatíssima localidade, é um prazer passear vagarosamente pela vila conhecendo a qrquitetura tradicional medieva de pequenas moradias brancas, com apreciável decoração de portas e janelas e outros elementos caraterísticos dos séc. XV e XVI.
uma vista soberba sobre terras de Espanha
o bonito casario vai sendo reabilitado
Na vila, onde as comunicações por telemóvel são quase nulas dada a altitude sobranceira com a proximidade ao País vizinho.
janelas há muitas... gostei desta especialmente
uma casinha portuguesa...
a 'torre do relógio'
Marvão também é conhecida por ''Ninho das Águias'', daqui se avistam de um lado, Castelo Branco, e do outro Estremoz.
um olhar para a parte Portuguesa... 
O castelo de Marvão
Um castelo e três ruas com muito que contar.
O castelo foi mandado construir por D. Diniz, sendo depois reforçado e restaurado por D. João IV.
a 'vista' do Castelo
Ainda pensei pernoitar lá no alto, mas... à falta de companhia... desci os 'zig-zagues' em direção  a uma aldeia onde já estariam os meus parceiros de viagem. 
Marvão
Depois de uma dúzia de chamadas terminadas a meio, apenas na aldeia de Portagem (cá em baixo) consegui falar com os meus parceiros para obter as coordenadas de Gps da aldeia onde estariam.
Marvão
Prossegui passando ao lado de Portalegre. Fui parar a uma aldeia de nome CAIA, a uns 10 km de Portalegre. 
A televisão por TDT, falhava a bom falhar. O telemóvel, de igual modo, ora dava, ora não dava... 
O vento tornava o final de dia incómodo. Após o jantar lá entramos num dos cafés da terra, onde os homens tagarelavam nas mesas onde a lei tabagica não é respeitada...
Notas para quem viaja 'de casa às costas'...
A AS de Marvão, zona térrea, dispõe de uma dúzia de lugares.
Dispõe de água (com torneiras impróprias), despejos de 'cassete' e não dispõe de local para descarga de águas cinzentas!...
Percorridos: 452 Km (Dia 48 km)
Dia 4 - 20abril2013 - sábado
CAIA (S.Tiago de URRA) - PORTALEGRE
ficamos em CAIA... com esta paisagem da Reserva S. Mamede
Já que os meus amigos iriam participar no casamento na aldeia próxima e no final de dia seguiriam para o 'repasto nupcial'... decidi 'partir' mesmo se convidado para o 'evento'...
Rumei a PORTALEGRE.
como é sábado, este _P_ foi o local 5* escolhido para passar o fim-de-semana
Da parte da manhã, apontei para a zona de 'centros comerciais' para a reposição de 'stock's' na dispensa.
Regressei ao centro histórico onde encontrei 'um poiso' que durante os dias 'normais' não seria fácil mesmo sendo um espaço de parcómetros.
lá no alto... a minha 'casinha'...
Almoço 'a bordo' e saída para o 'café' na esplanada contígua, a 50 mts da PSP e GNR.
a zona de esplanadas 'às moscas'...
Os sábados e domingos, não serão os dias da semana que prefiro para percorrer a pé as cidades. Mas é uma verdade que 'arranjar' alojamento 'rolante' no centro histórico só mesmo nestes dias.
Mas... é uma verdade que para efetuar a visita, preferiria sentir o 'bulício' das gentes a percorrer o burgo. 
Perguntar-me-ão certamente... e a bicicleta? Pois... Desde novembro que 'não pratico' pelo que a preguiça demoveu-me até porque o centro é bastante acidentado, com um sobe e desce constante... preferirei talvez fazê-lo na parte de planície...
Percorri as ruas praticamente desertas. Informei-me das atividades culturais para estes dois dias. Amanhã talvez aproveite uma visita guiada anunciada.
bonitos fontanários em Portalegre
vielas cheias de história e de memórias
rendido a estes maravilhosos fontanários... pena não sair água deles...
muito património religioso
a magnífica catedral
nas suas torres, as cegonhas espreitam
Percorridos: 475 Km - (Dia 23 Km)
no final de tarde... é este o 'meu bairro' esta noite.
Nota: Para quem anda de 'casa às costas':
_P_ - Grátis sábado depois das 13h. e domingos - _P_ 5*  (ao lado da Liga Combatentes)
A 50 mts da PSP - Gps: N 39º 17' 21.2'' - W 007º 25'43.6'' (Rua Cons. Themudo de Oliveira).
Net: wireless possível surripiando p.passe... ;-(

Enviar um comentário