De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Tourém - Montalegre

Projeto de reconversão da minha Autocaravana
Dia 25.FEV.12 - Sábado
TOURÉM - MONTALEGRE
Arredio das viagens de autocaravana, por motivos diversos.
Em primeiro lugar a fazer estudo de ''reconversão'' da AC que me custou os olhos da cara mas que em função dos papões da crise, me tolhem já que o poder de compra se vai reduzindo...
Como sou um apaixonado do ciclismo e do montanhismo, terei de pensar sériamente na permuta pelo modelo ilustrado acima.

Enquanto penso no assunto, voltei a calçar as botas às 6 da manhã, para chegarmos à aldeia encravada em território Espanhol de nome TOURÉM pelas 9,30h.. 

Desta feita, uma dúzia de caminheiras (os), compareceram em mais um dia de Sol e menos frio que os anteriores.

 Nove motivos para SE APOSTAR nas caminhadas

Apanhado
Benefícios da caminhada - Apenas 15 minutos por dia (para quem não faz nenhuma atividade) já são suficientes para obter resultados. Imagine um exercício fácil e barato de se fazer. Não exige horário fixo nem experiência para iniciar. Se pensou na caminhada acertou! Pode ter certeza que apenas 15 minutos por dia (para quem não faz nenhuma atividade) já são suficientes para obter resultados. Para que você não deixe para amanhã o início das caminhadas separamos nove motivos para começar já!

1. Auxilia no tratamento da Osteoporose

 Enquanto você caminha o impacto dos seus pés no chão provoca estímulos nos ossos que favorece a absorção do cálcio. Dessa forma os ossos ficam mais resistentes à osteoporose. Mesmo quem já sofre desse mal terá o benefício
de impedir o avanço da doença.
 

 2. Reduz a Pressão Arterial

 Estudos mostraram que 40 minutos de caminhada provoca uma ligeira queda na pressão arterial que pode durar até 24h após o exercício. Como a caminhada também ativa mais o coração você mantém a circulação do sangue eficiente, levando mais oxigênio para todas as células.

        Por estimular os músculos da perna (panturrilha principalmente), a caminhada melhora o retorno venoso, ou seja, seu coração vai precisar de um esforço menor para fazer o sangue voltar. Isso significa preservar a saúde do coração e aumentar a sua longevidade.


3. Combate a Depressão
       Caminhar, principalmente ao ar livre, faz o seu corpo produzir endorfina em grandes quantidades. Esse hormônio é responsável pela sensação de alegria e relaxamento e é uma substância chave no combate à depressão. Por causa deste hormônio, caminhar pode se tornar em um círculo vicioso muito saudável. Quando mais você caminha, mais endorfina seu organismo produz, que te dará mais ânimo para ficar cada vez mais tempo caminhando. 


4. Auxilia no controle do Colesterol

        A relação entre o exercício de caminhada e a diminuição da gordura no sangue não tem muita novidade. A caminhada aumenta a parte boa do colesterol, conhecida como HDL, evitando que a parte ruim dele fique depositada nas artérias do indivíduo, podendo causar enfermidades. Segundo pesquisadores de uma Universidade Canadense, uma caminhada de apenas 60 minutos pode ajudar a reduzir efeitos prejudiciais à saúde que uma alimentação rica em gordura pode ter sobre o corpo humano. Essa atividade física consegue diminuir os níveis de lipídios em até 30%, de acordo com o estudo.

Já em terras de Espanha

5. Melhora a qualidade do seu Sono

         A caminhada durante o dia faz com que o nosso corpo tenha um pico na produção de substâncias estimulantes, como a adrenalina. Essa substância deixa o corpo mais disposto durante as horas subsequentes ao exercício. Somado a isso, a caminhada melhora a qualidade do sono de noite. Por gastar uma boa quantidade de energia durante uma caminhada, o nosso organismo adormece mais rapidamente no final do dia. Por isso, poucas pessoas que caminham frequentemente têm insônia e, consequentemente, não têm sonolência no dia seguinte.


6. É uma forte aliada no controle do Diabetes

         Quando caminhamos, o corpo produz mais insulina (substância que é responsável pela absorção de glicose pelas células do corpo),  já que a atividade do pâncreas e do fígado são estimuladas durante a caminhada devido à maior circulação de sangue em todos os órgãos. À medida que vai aumentando a intensidade dos treinos, nosso corpo pode reverter a resistência à insulina, um fator importante para desenvolver o diabetes. Assim fica comprovado que os exercícios têm ainda mais benefícios contra o mal do que se pensava anteriormente.

7. Emagrece e equilibra o Peso
Caminhar emagrece. Se você está acostumado a gastar uma determinada quantidade de energia e começa a caminhar, o seu corpo passa a ter uma maior demanda calórica que causa uma queima do estoque de energias (gordura). Para tanto é necessário que faça uma caminhada vigorosa, aquela em que é difícil manter um conversa sem perder o fôlego. Mas o benefício do emagrecimento vai mais além: pesquisadores comprovaram que, mesmo horas depois do exercício, a pessoa continua a emagrecer devido à aceleração do metabolismo causada pelo aumento na circulação, respiração e atividade muscular.


8. Controla a Vontade de comer
Pesquisadores da Universidade de Exeter, na Inglaterra, perceberam uma redução drástica na vontade de comer chocolate das pessoas que fizeram 15 minutos de caminhada. Aqueles que apenas tentaram resistir ao doce sem fazer exercícios tiveram mais dificuldade de conter a vontade de atacar o chocolate. Além de ocupar o tempo com outra coisa que não seja a comida, a caminhada libera hormônios, como a endorfina, que relaxam e combatem a ansiedade, efeito este que faz muitas pessoas buscarem compulsivamente os doces. 


9. Protege contra Derrames e Enfartes

Quem caminha tem o coração mais protegido, pois ter uma pressão sanguínea menor é um fator de prevenção contra derrames e Enfartes. Lembrando que todos os itens acima (redução de peso, diminuição do stresse e melhora dos níveis de colesterol) são de suma importância para ter um coração saudável e com menos possibilidades de complicações.


Mexa-se e viva muito, muito melhor.
O seu corpo e a sua mente agradecem!

__._,_.___Texto de Roque Luz, comentarista da Rádio CBN e escreve no Vida Saudável


Benvindos a TOURÉM
O ''Lavrador'' da terra, seguiu-nos em todo o percurso... uma delicia
Tourém está associada à fundação da Nacionalidade.
No século XII, sob a totela protectora do Castelo da Piconha, a quem fornecia os bens e recursos para sustentar as lutas que se desenvolviam, primeiro na reconquista cristã e, depois, na independência de Portugal, Tourém ssume um papel muito importante.
Tourém é feita vila com carta de foral de D. Sancho I, por volta do ano 1200 (entre 1185 e 1211) e sede administrativa da honra de Tourém, uma das seis famosas honras de Barroso (as outras eram Gralhas, Meixedo, Padornelos, Padroso e Vilar de Pardizes).
Tourém teve, a partir dessa altura, Câmara, Vereação e Juíz.
Com o desaparecimento do Castelo da Piconha, por volta de 1650, Tourém assume-se como o centro politico administrativo e económico da honra de Tourém, substituindo, nos cartórios da Administração Pública, a designação de concelho do Castelo da Piconha por concelho da Honra ou Vila de Tourém.
A igreja românica não pode ser visitada pois estão a restauro os frêscos
O concelho de Tourém foi extinto na reforma de Passos Manuel de 1836.
Com um passado tão rico que queremos conhecer, preservar e divulgar. 

Ao refazermos a nossa história regional é justo colocar no primeiro capítulo a freguesia de Tourém. Recebeu foral de D. Sancho I para manutenção da vigilância fronteiriça a partir do Castelo da Piconha e da sua ligação, num caminho neutral, ao coração do Couto Misto formado pelas povoações de Santiago, Rubiás e Meaus.
À meia-noite... ''Gado de Luxo''... ahahah


Há mesmo notícia certa de que o Sancho Povoador por ali passou, antes, obviamente, de 1211: “…quando ibat rex domino Sanchio pro a Sancte Pelagio de Piconia…” Mesmo após o estabelecimento definitivo da capitalidade das terras de Barroso em Montalegre, as prerrogativas e privilégios de Tourém foram mantidos: basta dizer que as chamadas “honras” ficaram oneradas em fornecer homens para a guarnição da Piconha. 
Aliás, a defesa do sítio era questão primordial para toda a população de Tourém como se verifica pelos orifícios abertos nas testadas das casas, sobre as portas das habitações, de modo a evitarem assaltos, cercos e esperas ou emboscadas.


A nossa especialista a subir aos marcos geodésicos
Como nas filmagens...
Dado de inusitada curiosidade é o facto da igreja muito antiga de São Pedro (com vestígios românicos) não aparecer no catálogo de 1320. Pois não aparece porque pertencia, no espiritual, à Diocese de Ourense. Por esse motivo (é da tradição e tido como certo) que, a dada altura, no florescimento do Liberalismo Galego, um bispo de Ourense, da família Quevedo, se refugiou em Tourém, por razões políticas. O bispo, estando em país estranho, estava em terra própria, porque Tourém integrava a Diocese de Ourense.
Tourém, muito antes do foral, foi honrada numa escritura de doação de bens ao Mosteiro de Celanova, pelos anos de Cristo de 1065!
É talvez a freguesia mais cosmopolita da zona com visitas diárias dos “labregos” e “turistas” da Galiza Irmã! Estes forasteiros podem desfrutar, com toda a comodidade das instalações legadas pela Casa dos Braganças, reconstruída para turismo de habitação.
Nesta aldeia a corte do boi do povo foi transformada em pólo do Ecomuseu onde está retratada a questão do contrabando, do couto misto, dos exilados políticos e da relação transfronteiriça.
Gratificante a conversa com os locais.
Já o dia se findava... o regresso.


E, já agora, o vídeo da última caminhada.
Enviar um comentário