De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

sábado, novembro 28, 2009

Serra acima


A meteorologia não indiciava um dia agradável para caminhar na serra.
Contudo, ficar em casa ''ao borralho''... não foi a opção... há que colocar a coragem em funcionamento e saltar da cama às 6 da manhã para ir ao encontro dos habituais ''teimosos'' do Naturezas .
Às 7 já rolava uma viatura com 5 destemidos, pela estrada molhada pela copiosa chuva, em direcção de Chaves.
O objectivo seria uma caminhada curta na Serra da Cabreira - coisa para 10 km.


A subida desde Rechã, na estrada Braga-Chaves até ao cruzeiro da Sra da Fé - na freguesia de Cantelães, Vieira do Minho fez-se com a habitual dificuldade de quem tem ainda o motor frio e as botas pêrras... Na parte inicial, pouco passava das 8 horas da manhã, avistava-se a albufeira de Caniçada e o PNPG. 

A serra de Cantelães era assim descrita em 1925 pelo padre Alves Vieira no seu livro “Vieira do Minho”: “A serra de Cantelães é realmente, para quem sabe ver e estudar, uma maravilha. Não deitemos conta apenas às belezas naturais que a alindam e fazem tão graciosa, mas também à sua riqueza florestal (...) das suas cumiadas avistam-se estupendos panoramas, o vale do Cávado, o vale de Montalegre, o vale do Merouço (Rossas e Guilhofrei), o vale de rio Longo, o resto da Cabreira; mas o que melhormente se aprecia é o Gerez. (...) Quem a percorrer (a serra de Cantelães) nos seus recôncavos, nas suas grutas, nos seus alti-baixos, não verá só as belezas de fora, verá também as que são próprias dela. Sobretudo no Verão, que encanto passar alguns momentos à sombra das densas carvalheiras que matizam toda a longa encosta, do monte de Santa Cecília até à parte consagrada à exploração florestal! “.
 

O ''ponche'' teve o seu papel de protecção da chuva, mas... o suor interior aquecem o corpanzil do caminhante.

Chegados ao miradoiro da Sra da Fé, surge o cruzeiro sobranceiro a Vieira do Minho, construido nos anos 70 em cimento armado de 70 mts de altura.
Um forte nevoeiro impediu apreciar a bela paisagem dum vale fértil ao longo da ribeira de Cantelães. Este monte não é mais do que o polongamento a norte da Serra da Cabreira, definindo a fronteira do Vale do Cávado.  Não pudemos observar da sua linha de cumeada paisagens que sabemos soberbas sobre todo o vale do Cávado, Gerês e Montalegre; sobre o vale do Ave e toda a encosta poente da Cabreira. 
Por estas bandas a natureza é generosa, fornecendo àgua em qualidade e abundância, e como em tempos idos dizia um padre sobre Cantelães : ''por toda a parte, canta e salta a água frêsca e límpida, pelas várzeas de vegetação luxuriante, pelos pauis de macio feno, pelos matagais atufados de codesso e giesta''...
Cumprida a tarefa a que nos propusemos, lá rumamos a um conhecido restaurante de Salamonde onde retemperamos com uma vitelinha - bifinhos com ''champignon!''...



Ver mapa maior
Enviar um comentário