De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) - África - -Angola - São Tomé e Príncipe (S. Tomé +Ilha Príncipe + Ilhéu das Rolas) - Ilhas - Madeira + Porto Santo + Açores (S.Miguel+Terceira+Pico)

sexta-feira, setembro 06, 2019

Crónica de Autocaravanista Itinerante - Vamos à Festa dos Tabuleiros a Tomar - Parte II


Crónica de Autocaravanista Itinerante - Dia 6 - Vamos à Festa - 4jul19.
TOMAR
TRADIÇÃO SECULAR -A Festa é do Povo, pelo Povo e para o Povo.
Única no mundo, a Festa dos Tabuleiros realiza-se de quatro em quatro anos.
Hoje uma vez mais demos voltas e voltinhas durante o dia.





















Autocarros apinhados de gente munidos de farnel, pois muito dificilmente conseguiriam lugar nos restaurantes da terra abarrotados.

Às 4 da tarde o fogo anunciava a saída dos 748 tabuleiros. Ainda pensamos ver ao longe parte do desfile mas a opção decidida haveria de ser a mais inteligente: contornar toda a zona de passagem do cortejo onde já não se conseguia entrar tanta a gente que ali aguardava sendo que algumas pessoas por ali estariam desde as 6 da manhã. Apontamos para a rua onde terminaria o desfile e daí fomos avançando até que numa das ruas estreitas da passagem nos instalamos já com a certeza de que ninguém nos taparia a visão.
Eram já 19 horas quando a passagem ocorreu e nos deliciou com toda aquela animação de alegria adornada de cores atraentes durante uma boa meia hora.
O traço mais característico desta festa é o Desfile ou Procissão dos tabuleiros, que representam as freguesias do concelho e percorre a ruas de Tomar por 5 km, ladeado pelas colchas que a população pendeu à janela, e os milhares de visitantes que vêm se deslumbrar por essa profusão de cores.
Por ali nos cruzamos com sua alteza real - D. Duarte, no cortejo lá vinha o Presidente Marcelo batendo palmas mas a foto de regozijo seria com os meus Amigos Ana e Miguel Bandeira que com a restante família me apareceram sem contar e me acompanharam no deslumbre da passagem dos tabuleiros.
























No final do dia, pelas 20 horas abriram-se as ruas e vielas ornamentadas e as colchas colocadas nas janelas.
Francamente não fazia ideia de toda esta azáfama das pessoas locais em embelezar as suas ruas. Se é tradição antiga ou não, fiquei rendido à sua beleza.
Para fechar a jornada, a Orquestra típica de Ourém fechou a noite com as suas músicas e canções populares.
E como se diz por aí... as imagens valem mais de mil palavras.

Crónica de Autocaravanista Itinerante - Dia 7 - Vamos à Festa - 5jul19.
TOMAR
Ainda não cansei de cá estar.
Da parte da manhã, os 8 foram ao mercado fazer umas comprinhas para o almoço comunitário.
À sombra dos toldos das AC as mesas foram colocadas e o almoço surgiu apetitoso sem direito a grandes fotos.










Da parte da tarde, haveríamos de assistir ao Cortejo do Mordomo em local de pouca gente, lá para os lados do Museu dos Fósforos.
































Quanto ao variado programa da tarde e noite, fiquei-me pelo meu cantinho pois quanto à tourada pelos vistos haveria uma dentro da praça e outra fora de manifestantes e contra...
Não tendo ido aos espetáculos, os décibeis espalhados pelas cercanias, fizeram-se ouvir até às tantas.
Crónica de Autocaravanista Itinerante - Dia 8 - Vamos à Festa - 6jul19.
TOMAR
O cansaço ainda não chegou já que o meio é pequeno e estamos no centro da cidade.
A população aumentou hoje exponencialmente ou não fora fim de semana.
Às 10 da manhã fomos ao encontro de um dos pontos de saída de um dos grupos já que as freguesias apresentam-se e desfilam em separado.
Esta é a melhor forma de ver e apreciar o desfile da Festa dos Tabuleiros pois com pouca gente a assistir podemos de perto ter uma noção mais real de toda a organização do desfile.










































Vimos um dos grupos, ouvimos de um dos participantes as explicações de todo o significado do desfile, da composição e regras dos 'tabuleitos' e a ligação da cor predominante de cada um à cor das fitas das raparigas/mulheres e bem assim da cor das gravatas dos rapazes e homens.
No desfile principal de amanhã, até já podemos prescindir do banho de multidão pois imaginamos que não será tarefa fácil assistir ao mesmo no meio de tanta gente horas a pavio.
Da parte da tarde, por entre uma cerveja artesanal, entramos uma vez mais na Mata dos Sete Montes onde se pagou a entrada para vermos os 739 tabuleiros expostos com todo o seu colorido.
Assistimos ainda aos jogos populares disputados por representantes das freguesias como sejam a subida ao pau... e outros.
Mais uma volta nas ruas floridas que ainda não havíamos percorrido. Os nossos amigos lá foram uma vez mais para os ruidosos concertos coisa que já não me seduz. E o fogo de artifício que em breve será lançado ao rio também me não entusiasma de tanto fogo espetacular já visto ao longo da vida.
Crónica de Autocaravanista Itinerante - Dia 9 - Vamos à Festa - 7jul19.
TOMAR
Finalmente o dia por todo o Povo esperado.
Logo pela manhã, assistimos à saída do Cortejo de Coroas e Pendões que saíu da quase sempre fechada igreja da Misericórdia.
A cidade já enchia de tanta gente que chegava.
Tradicionalmente, o tabuleiro é transportado por uma rapariga vestida de branco e terá de ter a altura da mesma. Este é decorado por flores de papel colorido, espigas de trigo, 30 pães, de 400gr cada, enfiados em canas que saem de um cesto de vime evolvido por um pano banco bordado. O topo do tabuleiro é ainda composto por uma coroa encimado pela Cruz de Cristo ou a Pomba do Espírito Santo.





































Crónica de Autocaravanista Itinerante - Dia 10 - Vamos à Festa - 8jul19.
TOMAR - F. Zêzere - Castanheira - Lago Azul (Castelo do Bode) - FERREIRA DO ZÊZERE
Da parte da manhã ainda fomos ao que resta da Festa.
O Cortejo do Bodo ou Pêza ainda que desfalcado' com a falta do 'carro do vinho' dado que os bois não estavam em condições para o levar.
Lembremos que na véspera alguns bois tresmalharam e até colocaram em perigo quem assistia e bem assim à criança que seguia no banquinho que podem ver nas fotos mas está protegida pelo cinto de segurança.
Passaram apenas o carro do pão e da carne que seguiram até à praça nobre para a distribuição 'aos pobres'. 
Após uma semana de estadia no bonita cidade do rio Nabão.
Valeu a pena a decisão de termos vindo assistir a esta Festa que se realiza de 4 em 4 anos e onde as populações dedicadas dão o seu melhor nas decorações das suas ruas e bem assim na preparação dos 'tabuleiros' e por fim na participação no desfile onde sobretudo as mulheres e raparigas dão um contributo com o suor e cansaço mas sempre com um sorriso no semblante.














Parabéns ao Povo de Tomar.
Após o almoço e as despedidas aos nossos vizinhos Amigos, prosseguimos com os dois Artur's sendo que o de Alcobaça nos vai servir de guia num círculo traçado em redor de Ferreira do Zêzere.
Foi assim iniciada a digressão na magnífica praia fluvial do Lago Azul, na Barragem do Castelo de Bode com regresso a Ferreira do Zêzere.
Percorridos: 406 Kms ( Dia 18 Kms )
Crónica de Autocaravanista Itinerante - Dia 11 - Vamos à Festa - 9jul19.
FERREIRA DO ZÊZERE - DORNES - Cernache de Bonjardim - Praia Fluvial de TRÍZIO - Praia Fluvial de BOSTELIM
O traçado de hoje apontava para aquela que foi conhecida por uma das 7 Maravilhas de Portugal - DORNES.
Dornes é uma localidade do concelho de Ferreira do Zêzere, com uns 600 habitantes. A Vila de Dornes situa-se numa pequena península à beira-Zêzere, no concelho de Ferreira do Zêzere - Distrito de Santarém.
Ao que fomos? Aos peixinhos de rio. Hoje apenas um dos restaurantes estava aberto - Restaurante Fonte de Cima - e agradou quer pelo preço quer pela qualidade.

















































Dali seguimos para a Praia Fluvial de TRÍZIO já no distrito de Castelo Branco.
A Praia Fluvial do Trízio, onde se localiza o Centro Náutico do Zêzere, proporciona as condições ideais para a prática de desportos náuticos. Esta estrutura tem embarcações disponíveis para aluguer, sendo possível a prática de canoagem, ski aquático e wakeboard dispondo ainda de um mini-camping.
E mais? Claro, dali chegaríamos à meta final de hoje: A Praia Fluvial de BOSTELIM.
A praia fluvial de Bostelim juntamente com o Parque de Campismo Rural e o parque de Merendas fazem a parceria perfeita para relaxar do stress das grandes cidades. As águas calmas e límpidas da Ribeira de Bostelim fazem um pequeno mar envolvido em natureza.
Localizada a cerca de 3,3 Km ou 4 min de carro da N2 no concelho de Vila de Rei, distrito de Castelo Branco. As coordenadas GPS são: 39.723083, -8.108201 ou 39°43’23.1″N 8°06’29.5″W.
O Camping dispõe de 10 parcelas para autocaravanas, com wc, duche quente, barbeque; Lava-loiças e eletricidade. Os preços este ano: 1 AC € 3,00 + € 2,50/pax.
E aqui fruiremos deste sossego monumental depois de uma tarde em que o ar condicionado nos aliviou da fadiga.
Percorridos: 467 Kms ( Dia 61 Kms )
Crónica de Autocaravanista Itinerante - Dia 12 - Vamos à Festa - 10jul19.
Praia Fluvial de BOSTELIM - Praia Fluvial dos CARDIGOS - VILA DE REI
A manhã acordou quente. Amanhamos o almoço a bordo e seguimos após o café.
Na praia fluvial de CARDIGOS constatamos que o arranjo urbanístico da ´piscina' agradava por bem sucedida a recuperação do local.
O calor apertado levou a que deveríamos continuar tendo nós optado pela Vila de Rei para pernoita.
Portas e janelas abertas até às tantas tal o calor acumulado no habitáculo.
Um dia de pouca história.
Em Vila de Rei estacionamos próximo da ASA para autocaravanas.
Percorridos: 498 Kms ( Dia 31 Kms )